Petrolina apresenta baixo risco para surto de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti no mês de janeiro

0
Foto: Ascom/PMP

O município de Petrolina apresentou 1% de chances de surto de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti (causador da dengue, chikungunya e zika), de acordo com as diretrizes do Ministério da Saúde. O levantamento foi feito pela Secretaria Municipal de Saúdem (SMS) neste início de mês.

O Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) vistoriou estabelecimentos residenciais e comerciais em diversos bairros da cidade. As localidades com maiores taxas de infestação foram: Condomínio Summerville, Condomínio Sol Nascente, Park Jatobá 1, Novo Horizonte, Henrique Leite, Idalino Bezerra, Rio Jordão, Cidade Universitária, Condomínio Alphaville, Área Militar, Vila dos Ingás, Loteamento Eduardo, Condomínio Ecospa, Condomínio Buona Vitta, Loteamento Santa Bárbara e Loteamento Padre José de Castro, com índice de 2,3%.

Para a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro, embora o cenário apresentado seja satisfatório, não é momento de relaxar nos cuidados, principalmente por conta das chuvas de verão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome