Pescadores e agricultores reclamam de prejuízos da seca em Sobradinho

1

Pescadores e agricultores que dependem da água do Rio São Francisco, na região de Sobradinho, norte da Bahia, reclamam dos prejuízos da estiagem prolongada que atinge a região. A Agência Nacional das Águas (ANA) autorizou que a Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) reduza a vazão mínima da barragem da região para 550 metros cúbicos de água por segundo (m³/s).

O rio recuou um quilômetro nos últimos anos. A paisagem da região mudou, e uma área que era rio virou pasto, onde ficam os animais. Para amenizar a situação, um canal foi construído na comunidade no ano passado, mas os pescadores acreditam que deve secar em breve, com o nível mais baixo do lago de Sobradinho.

O volume da barragem este mês está menor do que o registrado no mesmo período do ano passado. Em julho de 2016, estava com pouco mais de 20% e este mês está com menos de 11%.

A ANA também determinou que todas as quartas-feiras a captação de água seja suspensa, até o fim de novembro, e água só seja retirada para consumo humano e animal. A medida, junto com a redução da vazão, deve ocorrer até 30 de novembro próximo. (fonte: G1-BA/foto: reprodução TV São Francisco)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome