Peritos da PF concluem inspeção nas urnas eletrônicas do TSE

por Carlos Britto // 28 de agosto de 2022 às 10:05

Foto: LR Moreira/Secom TSE

Terminou nesta sexta-feira (26) a inspeção da equipe técnica da Polícia Federal em todas as etapas do sistema eletrônico de votação, nos respectivos componentes internos e no software da urna eletrônica. O trabalho, que começou na segunda-feira (22) e se estendeu por toda a semana, foi realizado na Sala Multiuso, no subsolo do edifício-sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), preparada especialmente para o ciclo de inspeções das Eleições 2022.

A Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE (STI/TSE) acompanhou os peritos e forneceu informações e esclarecimentos sobre a segurança do processo eleitoral. A estrutura faz parte do Ciclo de Transparência Eleitoral, previsto na Resolução TSE nº 23.673/2021.

Sala Multiuso

Montada pelo TSE em outubro de 2021, a Sala Multiuso é um espaço físico criado especialmente para receber partidos políticos e entidades interessadas para a inspeção dos códigos-fonte da urna eletrônica e de todos os programas do sistema eletrônico de votação que serão utilizados no pleito deste ano. O local seguirá funcionando até setembro de 2022.

O modelo UE2020, versão mais atual da urna, foi amplamente estudado pelos especialistas da PF. Universidades de renome nacional, como a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), já entregaram ao TSE as conclusões dos estudos aprofundados que realizaram em todo o sistema eleitoral que será usado nas Eleições 2022.

Transparência

Em sucessivas eleições, tanto municipais quanto gerais, o TSE estimula a participação e o envolvimento de representantes de organismos públicos e privados na fiscalização minuciosa da construção dos softwares que integrarão o sistema eletrônico de votação, apuração e totalização dos resultados.

Vinculada ao Ministério da Justiça, a Polícia Federal é uma das diversas entidades habilitadas por resolução a acompanhar o desenvolvimento e a fiscalizar os sistemas eleitorais do país. As inspeções também podem ser realizadas por representantes técnicos dos partidos políticos, do Ministério Público, da Polícia Federal, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), das Forças Armadas e de universidades, entre outras instituições.

Cerimônia de Lacração

Na próxima semana, o TSE realiza a Cerimônia de Assinatura Digital e Lacração dos Sistemas Eleitorais das Eleições 2022. O evento acontece de 29 de agosto a 2 de setembro, no Espaço Multiuso, das 10h às 18h.

No encerramento, marcado para sexta-feira (2), às 18h, os sistemas serão assinados pelo presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, e por diversas autoridades presentes. Em seguida, serão lacrados digitalmente e fisicamente e, logo após, serão armazenados na sala-cofre do Tribunal.

Peritos da PF concluem inspeção nas urnas eletrônicas do TSE

  1. Defensor da liberdade disse:

    Eu gostaria muito que Bolsonaro fosse reeleito e com folga, assim o mesmo poderia levar impeachment logo em seguida por desestabilizar a relação entre os poderes, e preso por calúnia e difamação contra o sistema eleitoral brasileiro e o TSE.

  2. Marcos disse:

    Vai querendo eleitor de lulalau.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.