Pasta de Justiça e Direitos Humanos de PE tem novo titular após denúncia contra ex-secretário

por Carlos Britto // 08 de dezembro de 2021 às 14:00

Foto: arquivo/divulgação

O Governo de Pernambuco publicou, no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (8), a exoneração do então secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico de Barros e Silva (foto). Ele pediu afastamento do cargo depois que a ex-esposa, a economista Maria Eduarda Marques de Carvalho, denunciou que era agredida e ameaçada de morte ao longo de 25 anos.

A exoneração foi assinada pelo governador Paulo Câmara (PSB), que também oficializou, no Diário Oficial, a nomeação do ex-secretário executivo de Coordenação e Gestão da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Eduardo Gomes de Figueiredo, como novo titular da secretaria estadual.

Pedro Eurico de Barros e Silva atua, há décadas, na política do estado. Foi eleito vereador do Recife em 1984 e deputado estadual entre 1986 e 2006, sendo presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco no biênio 1995-1996. No segundo governo Miguel Arraes (1987 a 1990), ele comandou a Secretaria Estadual de Habitação.

Após assumir a Secretaria Estadual da Criança e da Juventude em 2012, Pedro Eurico foi, em 2015, para a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, que era comandada por ele até a terça-feira (7).

A denúncia

Maria Eduarda denunciou com exclusividade, ao G1-PE, as agressões sofridas durante o relacionamento que manteve por 25 anos com Eurico. A rotina de violência ia de agressões físicas e psicológicas a ameaças de morte, assim como pedidos de desculpas, afirmou a mulher, que registrou dez boletins de ocorrência ao longo dos anos (o último em novembro). (Fonte: G1-PE)

Pasta de Justiça e Direitos Humanos de PE tem novo titular após denúncia contra ex-secretário

  1. Pé no Saco disse:

    Se fosse cargo de Bolsonaro a desgraça tava feita, só vi esse reportagem neste blog, cadê a Globo, CNN,Folha,Isto É, ninguém soube disso ,onde anda as defensoras das mulheres.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *