Passeio ciclístico em Juazeiro reforça pedido de justiça no caso da menina Beatriz

0

Dezenas de ciclistas da região se reuniram ontem (27) em Juazeiro (BA) em mais uma manifestação para pedir justiça no caso da menina Beatriz Angélica Mota, de sete anos, assassinada no final do ano passado no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina. A manifestação de ontem foi, mais uma vez, organizada via redes sociais e atraiu um bom número de pessoas.

Vestidos de branco, os ciclistas clamavam por uma solução para o caso, que segundo a Polícia Civil, é de alta complexidade. Após mais de dois meses do crime, a Polícia Civil de Pernambuco divulgou, no último dia 22, um retrato  falado do suposto acusado de matar a garotinha a facadas. Até o momento ninguém foi preso.

O caso

Beatriz Angélica Mota foi encontrada morta dentro de uma sala de material esportivo do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, no centro de Petrolina. No dia do evento, a menina participava, juntamente com os pais, de uma festa de encerramento do ano letivo da citada instituição de ensino.

O Disque-Denúncia de Pernambuco esta oferecendo R$ 10 mil de recompensa para quem fornecer informações que levem ao criminoso.

No último dia 26, a Polícia Civil de Petrolina divulgou um número de WhatsApp (87 98137-3902) para a população enviar fotos e vídeos do dia do evento, para ajudar nas investigações do caso. De acordo com a polícia, a identidade das pessoas permanecerá no anonimato. (fotos/reprodução TV São Francisco)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

quatro × quatro =