Osório Siqueira lamenta sessões esvaziadas na Casa Plínio Amorim, mas explica que não pode obrigar vereadores: “É prerrogativa deles”

8

As recentes críticas do vereador Ronaldo Cancão (PTB) em relação ao esvaziamento das sessões plenárias da Casa Plínio Amorim parecem não ter surtido efeito. Nesta quinta-feira (25), novamente poucos vereadores ficaram até o final – mais precisamente nove, de 23 que integram a atual legislatura de Petrolina.

Questionado por este Blog sobre o assunto, o presidente da Casa, Osório Siqueira (PSB), justificou que os demais pares permaneceram para a aprovação da pauta do dia. No entanto, Osório frisou que não tem como obrigar os vereadores a ficarem até o final da sessão. “Essa é uma prerrogativa de cada um”, pontuou.

8 COMENTÁRIOS

  1. A imprensa deveria fazer a “chamadinha” em cada seção, e na edição seguinte de cada veículo, ser falado quem foi e quem não. E eles que apareçam para dar satisfação ao povo.

  2. É prerrogativa de um vereador não trabalhar? Essa sim foi a desculpa mais absurda que alguém pôde dar! Qual seria então as prerrogativas dos munícipes? Serem feitos de otários? Conformarem-se com essa situação? Ainda que fosse cortado o pontos desses faltosos, não deixaria de ser grave, porque os tais vereadores foram eleitos para cumprirem sua função legislativa, e deveriam exercer com zelo a função a eles atribuídas; todavia, com um presidente da Câmara pensando dessa forma, o que esperar então dos demais integrantes dessa instituição?

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome