Operação do Ipem-PE encontra produtos da cesta básica abaixo do peso declarado na embalagem

0
Foto: Ascom IPEM-PE/divulgação

Uma operação batizada ‘Cesta Básica’, do Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE), realizada segunda (6) e terça-feira (7) em produtos pré-embalados (aqueles pesados e embalados sem a presença do consumidor) constatou que 13 de 143 produtos analisados no laboratório do órgão, no Recife, apresentaram irregularidades quantitativas. Ou seja: estavam abaixo do peso nominal declarado nas embalagens.

O objetivo foi verificar se as informações de tamanho e peso presentes nas embalagens dos itens que compõem a cesta básica correspondem às reais especificações dos produtos.

O nosso objetivo é proteger o consumidor. Quase 85% de todos os produtos consumidos são embalados e medidos sem a presença do consumidor, por isso a importância de garantir à população a medida e o peso real do produto, exatamente igual ao descrito na embalagem“, explica Adriano Martins, presidente do Ipem-PE.

A partir da constatação de irregularidades, os fabricantes e/ou responsáveis por esses produtos têm um prazo para apresentar defesa junto ao Instituto. Após esse período, haverá uma análise jurídica e administrativa de cada caso para estipular uma penalidade administrativa cabível, que varia de uma advertência ao pagamento de multas. O Ipem-PE lembra que todos os responsáveis pelos produtos coletados são convidados a acompanhar as análises quantitativas de seus produtos, para que não haja dúvidas quanto aos procedimentos.

Denúncias

O consumidor que desconfiar ou encontrar alguma irregularidade pode entrar em contato com a ouvidoria através do 0800 081 1526, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, ou pelo e-mail ouvidoria@ipem.pe.gov.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome