Omar Torres: Empresários ganham dinheiro no Vale e investem fora.

por Carlos Britto // 21 de janeiro de 2009 às 14:20

Caro Britto,

Ao ler a notícia, enfaticamente divulgada nos últimos dias sobre a crise no Vale do São Francisco com, comentadas, 40.000 demissões, preocupado gostaria de saber em que se ampararam para tal divulgação. Concretamente, existe estudo feito por algum órgão responsável pelo desenvolvimento do Vale como Codevasf ou Embrapa, por exemplo? A Valexport ou Sindicatos confirmam os números? É importante saber, porque a situação como um todo ou os apoios reivindicados, se recebidos, terão custo para a nossa sociedade em geral. O que se comenta aqui no Vale do São Francisco é que normalmente grande parte, senão a maioria, dos empresários ganha dinheiro no Vale, mas investe fora. Que não se percebeu até hoje a sensibilidade social com a região que tentam repassar neste momento. Os trabalhadores, para quem, hoje, advogam empregos, jamais tiveram em tempos de vacas mais gordas reconhecimento do empresariado, com salários mais justos ou condições mais dignas de trabalho. O fato de estarmos em época de campanha salarial da categoria não estará influenciando? Pelo que se sabe, ciclicamente, a cada quatro ou cinco anos, o setor passa por crise. Já houve, e a imprensa ecoou muito bem, lamentações por crise cambial, etc, mas não houve jamais nenhuma manifestação sobre os bons negócios que normalmente acontecem na maioria dos anos.
Torcemos para que esta “crise” propicie a discussão, que nunca houve, sobre o modelo de desenvolvimento implantado no Vale do são Francisco.

Com a palavra os responsáveis ou envolvidos.

Atenciosamente,
Omar Torres

Omar Torres: Empresários ganham dinheiro no Vale e investem fora.

  1. Socrates Augustus disse:

    Caro Omar estamos passando não por uma marola com falou nosso presidente e sim por uma grande onda que pode afetar muito nossa região. Acontece que muitos tiveram lucro, lucros durante todo o período de abundância e quando vem uma crise os primeiros a sentir são os trabalhadores com salários atrasados e demissões em massa, lógico que o lucro faz parte, porém devemos repensar sobre os valores sociais que representa um emprego, falta realmente uma política seria, não sei se a criação de um fundo para em um momento desse os trabalhadores possam garantir seus empregos. Lembro-me da estória da formiga que no verão trabalha, colhe, armazena para no inverno desfrutar das beneficias. Agora quanto ao lucro não ficando aqui veja o que temos além de frutas (nada). Que Deus nos proteja se vier um TSUNAMI

  2. Roberto Carvalho disse:

    Com todo respeito à opinião do sr. Omar Torres, fala ele sem o devido conhecimento de causa, pois não é a sua área. Faz apenas suposições e alguns questionamentos.
    A situação do vale é grave sim. questione a qualquer produtor ou comprador de frutas do vale, se já houve algum ano cujo o fechamento foi tão ruim qto este.
    Afinal, se o câmbio já não é mais como antigamente, agora, com o preço da uva tão baixo, aí é q a situação se complicou.
    E digo mais, os trabalhadores eram sim recompensados com salários mínimos acima do nacional, horas extras de 70% e vários outros benefícios q tanto oneram o custo da produção.
    O que n se pode é imaginar q o custo todo ano subindo, enquanto o cambio e o preço despencam o empresariado teria fôlego para suportar as diversas crises sem “gritar”.
    n se preocupem, se n for feito algo urgente, todos os setores da economia petrolinense irão sentir o efeito disto logo logo… escutem o q estou dizendo…

  3. ATENTO disse:

    Não sei se é verdade, mas consta que empresarios do agronegócios da nossa região, estão construindo um resort no litoral. Se é verdade, por que os governos federal, estadual e municipal têm que ajudar esse pessoal? O problema é que ficam usando os trabalhadores como escudo. Sangussugas, este é o nome apropriado para estes pseudo-empresários.

  4. NICOLAS disse:

    TENHO POR EXEMPLO A TEXTIL SAO FRANCISCO QUE RECEBEU 5MILHOES ESTES DIAS E DISSE QUE CONTRATARIA 30 FUNCIONARIOS.DAI JA DA PRA SABER OS FUNDAMENTOS DO NEGOCIO.EM UM TERRENO QUE JA TEM 3 INDUSTRIAS FALIDAS. OU SEJA ABRE UMA USURPA TODOS OS BENS E EMPRESTIMOS E DEPOIS FALE.E ASSIM JA TEM 3 FALIDAS JUNTO DA SAO FRANCISCO TEXTEL.PORTANTO NAO É NOVIDADE QUE EMPRESARIOS GANHEM AQUI E INVISTA LA FORA ISTO NAO É NENHUMA NOVIDADE.

  5. FRANCISCO DA CRUZ disse:

    Petrolina não é esse paraíso que todo mundo prega não. É terreno fértil para o capital especulativo, cartel e lavagem de dinheiro. Um exemplo, é o setor imobiliário, em que os magnatas loteiam a orla de Petrolina de forma impiedosa. Para estes, a Lei Ambiental e papel higiênico usado é a mesma coisa. Para os pobres e os que ficam mais pobres, restam a área periféria com os seus problemas de infraestrutura e violência.
    Uma cidade em que não há indústrias e, sim, um comércio onde não se prática a livre concorrência, posto que a política de preços é a mesma.
    O setor de postos de gasolina em Petrolina é uma brincadeira, parece que é de um dono só.
    Terreno, em quase todos os bairros, é vendido a preço de ouro. Parece até que há um latifundiário urbano em Petrolina, já que as placas distribuidas pela cidade dando conta de terrenos para venda, tem como telefone os mesmos números.
    Agora, uma coisa é 10 em Petrolina: o marketing. Marketing é uma ilusão. Quando você menos esperar, estará devendo a Deus e ao mundo.

  6. CRISE? disse:

    A verdade é uma só!
    Esses empresários não perdem nada, só quem perde são os trabalhadores explorados com salérios baixos e no primeiro sinal de diminuição dos lucros o jogam fora! Agora, nas suas poupanças eles nuncam mexem! Eles querem mesmo é que o GOVERNO empurre dinheiro neles como no setor automobilísticos pra depois Ó! DEMITIR!

  7. Vital Maurilo de Sá disse:

    Parabenizo o Sr. Omar Torres pelo seu verdadeiro esclarecimento.
    Pergunto; Por que eles não falam dos lucros monstruosos que já tiveram? Onde foi para ?

  8. PRODUTOR RURAL disse:

    SR OMAR,
    SOU PRODUTOR E COMO OUTROS JA GANHAMOS DINHEIRO E COMO VC VIU O VALE CRESCEU E NOSSA PETROLINA TAMBEM, EM TODOS OS SENTIDOS
    SO QUE DE 2004 PRA CA SO TEMOS LEVADO DIFICULDADES, AGRICULTURA, MESMO QUE IRRIGADA, NAO E FABRICA OU INDUSTRIA QUE FECHA HOJE E ABRE AMANHA, ALEM DO MAIS O CLIMA E O TEMPO TEM SIDO MUITO AGRESSIVO COMO E TODOS OS LUGARES.
    A VERDADE SO PODE SER CLARAMENTE IDENTIFICADA PELO SENHOR SE PROCURAR ALGUNS EXPORTADORES E VERIFICAR OS PREÇOS DE VENDA DAS FRUTAS NO EXTERIOR, COMO TAMBEM VER OS CUSTOS QUE TEMOS E O INCREMENTO DOS SALARIOS DOS TRABALHADORES.
    TENHO A IMPRESSAO QUE O QUE O SENHOR FALOU FOI SEM O MENOR CONHECIMENTO DA CAUSA!
    SERIA INTERESSANTE COMO OUTROS QUE O SUCEDEU, ANALISAREM MAIS PROFUNDAMENTE O PROBLEMA QUE VAMOS ENFRENTAR NO VALE NESTE ANO, PORQUE O QUE ESTA POR VIR E PIOR DO QUE O QUE ESTA POSTO NO MOMENTO!!
    TENHO A ADSOULUTA VERDADE NO QUE ESTOU AFIRMANDO…

  9. Flor disse:

    Equivocados estavam, e estão, aqueles que acreditam que esse modelo de desenvolvimento é sustentável.

    Que sustentabilidade tem uma economia local fundamentada apenas numa atividade econômica, a fruticultura???

    É preciso repensar isso…

  10. Deus é maior disse:

    Existem o certo e o errado em tudo quanto é tipo de atividade, independente de município, estado, região ou país. Agora querer generalizar um comportamente das exceções é no mínimo atitude inconsequente. O Senhor Omar está mesmo sem ter o que fazer, diante de um painel eltrônico que ele não conhece e querendo operar. Isto é um perigo. Ele está acionando a tecla errada e pode prestar assim um grande desserviço à região. Enquanto se tenta encontrar soluções para um baita dum problema que se agiganta e ameaça a estabilidade desta região, aparece atitude de pessoas, despreparadas assim, para querer tumultuar. Existe gente tambem desinformada para acompanhar raciocínio equivocado deste tipo. Uns por não ter o que fazer preferem usar da maldade, outros simplesmente seguem o raciocínio alheios porque tem neurônios preguiçosos e até pensam que estão fazendo o bem e outros até por questões pessoais derrubam um avião para se vingar de um único passageiro dentre centenas que ali viajam. São coisas da maldade humana. Mas a vinda de Jesus teve e continua tendo sentido. Deus é maior e por isto a verdade prevalecerá.

  11. Bento Gonçalves disse:

    Muito lúcida e verdadeira a observaçao do sr. Francisco da Cruz

  12. Deus é maior disse:

    Poxa Britto, voce tirou o maluco daí?

  13. Ricardo Almeida disse:

    Fala sério Omar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.