Obras da prefeitura geram insatisfação de moradores da Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio

8

avenida-monsenhor-angelo

As últimas obras realizadas pela Prefeitura de Petrolina na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, uma das mais movimentadas da cidade, não agradaram a todos. É o caso da leitora Cristina Leite, que criticou a administração municipal.

Acompanhem:

Venho por meio deste mostrar a insatisfação dos moradores da Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio. A nossa avenida, uma das mais movimentadas de Petrolina, foi recapeada, sendo que nesta avenida temos cinco pistas, e não apenas duas.

Foram efetuadas duas camadas de piche nelas, e, nas pistas de baixo, nada foi feito. Pelo contrário. O resto do material de obra foi jogado no canteiro. Os buracos nas vias de baixo a cada dia que passa só fazem aumentar (conforme as fotos).

Também foi feita uma calçada em torno das pistas recapeadas, e a terra tirada continua jogada no local. Estão realizando várias obras, mas não estão finalizando. Lamentável.

Cristina Leite/Leitora

8 COMENTÁRIOS

  1. Isso ai foi o asfalto batom! Vésperas de eleição querendo mostrar serviço,mas PETROLINA ja acordou Júlio Lossio, não adianta, ngm cai mais nas suas trapaças não, e outra, a CPI do asfalto vem aí viu? Pode berrar,levar EDINADA nas costas,pular no rio kkkkkkk não adianta a pesquisa ja mostrou o índice de rejeição do seu governo! MIGUEL 40 #novotempo TA na cabeça ta no coração… MARCOOONES PRAZERES tô de olho em vc viuuuuuu? O jacaré vai comer huauahuahua

  2. Pode até não passar ônibus. Mas é uma via bastante movimentada, onde também faz parte da Avenida Monsenhor.
    O que estamos aqui questionando é que além da obra não ser concluída, os restos da obra ficaram jogados nas vias.

    Como cidadãos somos multados por colocar resto de obra em calçadas ou adjacentes. E no caso da Prefeitura, como vai proceder.

  3. Como sempre obras intermináveis, mal feitas e inacabadas. Sem projeto. Quero ver como se desse dessa calçada para a rua de acesso lateral? isso é acessibilidade? Fazer mal feito e incompleto é jogar dinheiro fora.

  4. Volto a falar. Não se pode misturar a pavimentação da Monsenhor com a não pavimentação das ruas paralelas, já que a verba foi liberada para corredores de ônibus. A fiscalização iria suspender o repasse do governo federal ocorresse desvios de finalidades. Agora nada impede que o prefeito, através de recursos próprios, aprovados pela Câmara, caso não haja previsão orçamentária, pavimentar outras ruas. Sei que isso é difícil para um analfabeto funcional entender, mas acredito que os leitores aqui são bem informados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome