Novo coronavírus: Sindsemp visita Unidades de Saúde de Petrolina para avaliar condições de trabalho de servidores

2
Foto: Ascom

A diretoria do Sindicato de Servidores  Públicos Municipais de Petrolina (Sindsemp) esteve na quinta-feira (19) em visita às AMEs Manoel Possídio, no Bairro Areia Branca, e Amália Granja, no bairro Vila mocó, além da Policlínica Municipal, para observar as medidas de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19), adotadas depois dos decretos municipais que determinam que a população permaneça em casa e que as consultas eletivas nas Unidades Básicas de Saúde da Família sejam suspensas. A equipe do Sindsemp foi ver como está funcionando a assistência aos profissionais dentro das unidades.

Os diretores encontraram poucas pessoas buscando atendimento e alguns estavam com dificuldades de entender as orientações de isolamento domiciliar. Eles também receberam pedidos de intervenção dos servidores junto à Secretaria de Saúde de Petrolina para a suspensão de alguns serviços, como coletas de sangue e vacinação, que atraem a população ao posto.

Para o presidente do Sindsemp,  Walber Lins,  o acompanhamento nas unidades de saúde é importante para avaliar a segurança do trabalho de servidores que estão lidando diretamente com os pacientes que possivelmente se contaminarem com o novo coronavírus. “Nossos servidores e servidoras ficam mais expostos e são o grupo mais importante nesse processo de apoio à população de Petrolina. Vamos começar com a vacinação contra o H1N1 por eles,  para que fiquem protegidos. E precisamos garantir que não faltem os EPIs e toda a condição de trabalho que eles precisam. Eles não podem se isolar em casa, então têm que estar bem para cuidar da saúde do povo”, explicou.

2 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia. A do Loteamento Recife tem que disputar o espaço com as muriçocas! Se é ruim pra a gente que vai de vez em quando, imagina pras funcionárias que estão lá todos os dias o dia todo?

  2. Infelizmente a secretária de saúde não está se preocupando com os agentes comunitário de saúde e agente de endemias,por não dá aos mesmos EPIS para eles trabalharem. Queremos que o Sindicato se preocupem também com estes servidores, porque eles estão a mercê da própria sorte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome