No último dia de campanha nas ruas, Paulo Câmara vê vitória no 1º turno; Armando Monteiro diz que eleição “não está definida”

0
Foto de Paulo Câmara: Arthur Mota/foto de Armando: Kleyvsoon Santos/reprodução

O último ato de campanha do governador Paulo Câmara (PSB), candidato à reeleição, realizado, ontem (4) na Bomba do Hemetério, Zona Norte do Recife, foi marcado pelo clima de ‘já ganhou’. Após a divulgação da pesquisa Datafolha – na qual Câmara lidera a disputa, com 42% das intenções de votos ao Governo de Pernambuco, enquanto o senador Armando Monteiro Neto (PTB) aparece em segundo, com 28% -, os discursos destacaram “uma grande vitória no primeiro turno” das eleições, que ocorre neste domingo (7).

No discurso, o governador não escondeu a confiança. “Agradeço a todos agora e agradecerei mais ainda no domingo, quando teremos uma grande vitória”, declarou Câmara. “Estamos empenhados para vencer no primeiro turno. As pesquisas mostram nossa evolução”, acrescentou ele, após o evento.

O senador Humberto Costa (PT), candidato à reeleição, endossou a certeza de que a coligação governista vai liquidar o pleito já no domingo. “O resultado das últimas pesquisas e o desempenho de Paulo (Câmara) no último debate nos mostram que vamos ganhar esta eleição no primeiro turno com uma grande vitória”, declarou o petista.

No último dia de campanha de rua, ontem, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) participou de caminhadas nos municípios de Condado, Goiana e Igarassu, na Região Metropolitana no Recife, e voltou a projetar o segundo turno com o governador Paulo Câmara (PSB). O socialista, inclusive, foi o assunto do último discurso de Armando. Ele criticou a gestão de Paulo e disse que irá “para a linha de frente enfrentar os problemas”. Armando considerou, ainda, que a sua campanha transcorreu como planejado, apesar de, “em um determinado momento ter descambado para muitas baixarias, agressões e mentiras“.

Indefinição

Quando questionado sobre o resultado da última pesquisa Datafolha para o governo do Estado, divulgada ontem, em que o governador Paulo Câmara aparece com 52% dos votos válidos – o que representaria a vitória no primeiro turno -, Armando lembrou a margem de erro dos levantamentos. “Não é nada indicativo de está definido. Inclusive, os candidatos de oposição, somados, ficam ali muito perto. Por isso eu quero dizer que a eleição não está definida. Tenho muita confiança que teremos o segundo turno“, disse o petebista. Armando registrou na mesma sondagem, 35% dos votos válidos. (Fonte: Folha de PE)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome