Na contramão: Ao contrário do resto do mundo, Brasil tem aumento no número de casos de Aids

1

aids2Novas mortes e infecções por AIDS estão em queda em todo o mundo, porém, no Brasil, a epidemia está crescendo, segundo relatório do Programa Conjunto das Nações Unidas HIV/Aids (Unaids). O país tem 47% dos casos da América Latina, a maior proporção dessa região, e teve um aumento de casos de 11% entre 2005 e 2013.

No final do ano passado, a estimativa era de que 1,6 milhão de pessoas viviam com HIV na América Latina.

Na América Latina, como um todo, há uma diminuição lenta do número de novas infecções, de 3%, entre 2005 e 2013. No entanto, os padrões de queda variaram de país para país. No México, caíram 39% e, no Peru, 26%. Dos 15 países no mundo que concentram 76% dos novos casos no último ano, 14 têm maior concentração de mortes.

Segundo a Unaids, o novo dado mundial permite acreditar que a epidemia poderá ser controlada até 2030 e até encerrada em cada região apesar de algumas localidades apresentarem crescimento. O anúncio acontece quatro dias depois da Organização Mundial de Saúde afirmar que há um crescimento alarmante da doença em grupos de risco e recomendar o uso de antirretrovirais para todos os homens que fazem sexo com outros homens.

O relatório da Unaids também afirma que o acesso aos medicamentos aumentou em 77% nos últimos três anos. No Brasil, assim como em Chile, El Salvador, México, Peru e Venezuela, mais de 40% dos infectados têm acesso a antirretrovirais. (Fonte: O Globo/foto: Aijaz Rahi/AP)

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome