Município de Serra Talhada ganha estátuas de Lampião e Maria Bonita

21
Foto: Ascom Museu do Cangaço/divulgação

O município de Serra Talhada, Sertão de Pernambuco, ganhou na última terça- feira (16) três estátuas que homenageiam os cangaceiros Lampião, Maria Bonita e o Zabelê, que é filho natural da capital do xaxado. A cerimônia de inauguração está marcada para o dia 24 deste mês, durante a abertura do evento “Tributo a Virgolino – A Celebração do Cangaço”.

As estátuas, de 1,90m de altura, ficarão expostas num pedestal na área externa do Museu do Cangaço, no Parque da Estação Ferroviária de Serra Talhada, bairro São Cristóvão. O museu é gerido pela Fundação Cultural Cabras de Lampião.

Confeccionadas pelo artista pernambucano, Zaldo Mendes, que já tem uma larga experiência na área, serão, segundo uma parcela da população, mais um atrativo turístico para a Capital do Xaxado.

História

Em 1991, um plebiscito decidiu pela construção de uma estátua em homenagem a Lampião, uma discussão acalorada que ganhou as páginas dos jornais da época. De acordo com a Justiça Eleitoral de Serra Talhada, 76% dos eleitores (2.289 pessoas) votaram pelo “sim”, contra 22% do “não” e 0,8% de abstenções.

 A falta de dinheiro, além de divisões políticas, impediu o inicio da construção das obras que já estão em Serra Talhada desde 2018, mas não foram colocadas no local imaginado por questões burocráticas. Segundo a presidente da Fundação Cultural Cabras de Lampião, Cleonice Maria, responsável pelo Museu do Cangaço, algumas pessoas, assim como em 1991, prometem vandalizar as peças, mas ela diz não ter medo das ameaças.

A fundação vem desenvolvendo, desde 1991, um trabalho de conscientização para que as pessoas da cidade enxerguem Lampião e o Cangaço como símbolo de resistência.

21 COMENTÁRIOS

    • gosto muito do tema gangaço mais fazer estátuas , e falar que lampião foi simbolo de resistência ai e demais.basta ler um pouco do tema que lampião fez do cangaço um meio de vida.

  1. Muitos dos cangaceiros se tornaram criminosos desalmados. Mas o cangaço, em si, foi um fenomeno de resistencia aa opressao do sistema entao dominante, de forma que a estátua de Lampeao nao constitui uma apologia aa sua vida errante, mas uma significativa e justa homenagem ao cangaço.

  2. Independente de ter sido bandido ou herói, a história de Lampião e do cangaço está ligada a Serra Talhada, ao sertão, e ao Nordeste até.
    Lula, por exemplo. Para muitos é bandido. Para outros um herói. Mas uma pessoa que vai ficar na história do Brasil para sempre, e independente do que tenha feito de bom, ou de ruim. E principalmente do Nordeste. Então gente,Vamos deixar de lado a ignorância cultural. Vamos ler mais. Amadurecer culturalmente, não valorizar ou estimular a violência, mas valorizar a cultura. Essas estátuas não será apoio a violência, mas a cultura. Se torna violento quem quer ser violento. Se torna sábio, quem valoriza a cultura.

  3. Tenho orgulho de ser nordestino e acho essa homenagem muito justa para quem lutou contra o coronelismo e outras atrocidades imposta pela polirica da época…lampião cabra macho..vakente e corajoso…quem dera ter lutado ao seu lado..bela homenagem..

  4. Homenagem à Lampião eu sei se está correto ou não, mais sei que se estivesse aqui naquela época com certeza teria sido um Cabra de Lampião!
    Porém jamais seria um seguidor de Lula, porque Lula e seu bando, mataram muito mais que Lampião.
    Façam as contas…

  5. Em seu lugar morreu um Patazão.
    Saiu de lá antes da manhã fatídica.
    O cangaceiro moita brava foi quem o tirou de lá.
    A neta deste cangaceiro mora aqui em São Paulo.
    O marido dela é dono de um salão de cabeleireiro e uma lanchonete.
    Ele contou esse fato para um blog sobre cangaço.
    Blog do Mendes,José Mendes Pereira.

  6. Em seu lugar morreu um Patazão.
    Saiu de lá antes da manhã fatídica.
    O cangaceiro moita brava foi quem o tirou Lampião de lá.
    A neta deste cangaceiro mora aqui em São Paulo.
    O marido dela é dono de um salão de cabeleireiro e uma lanchonete.
    Moita brava contou isso a família antes de morrer
    O marido da neta de moita brava contou esse fato para um blog sobre cangaço.
    Lá ele aparece com o chapéu do Punhal do cangaceiro.
    Blog do Mendes,José Mendes Pereira.

  7. Moita brava disse que lampião foi para Minas gerais ser fazendeiro.
    É muita coincidência, que muitas pessoas dizerem que ele foi para Minas Gerais.
    Só esbagaçaram uma única cabeça para confundir e realizar uma farça sobre a morte de lampião.
    Tem uma foto de Lampião de 1936, muito diferente da cabeça de Piranhas.
    A começa pelo nariz,bem mais largo e ponta das narinas saliente.
    Cabelo liso e ralo, marcas de expressão,mostrando ter envelhecido pelas condições climáticas.
    Aquela cabeça é de um indivíduo bem mais jovem.
    Colocar uma cabeça dentro de uma lata com sal, água e cal,queima os olhos e os deixam esbranquiçados.

  8. Segundo o escritor, Frederico Pernambucano de Melo,havia na época,02 processo tramitando na justiça para perdoar os crimes cometidos por lampião.
    Segundo moita brava,um sósia foi colocado em seu lugar.
    Lampião retirou-se do local com roupas comun.
    Deixou tudo para trás,seus trajes, armas e dinheiro.
    Ele tinha muito mais dinheiro e ouro escondido.
    Traiu seus comandados e ficou escondido até sua morte.

  9. Eu não entendo como alguém tem coragem de homenagear alguém que viveu do crime.
    Quando vejo estas aberrações entristeço
    Meu pai conheceu o cangaço, segundo o meu velho, não existe nada para comemorar sobre Lampião, pois este foi um covarde que vivia em coluio com coronéis e nunca teve dó de couro de ninguém
    Quando Lampião chegava numa cidade as pessoas esconndiam- se no Mato, as moças ficavam apavorada.
    Os cangaceiros arrajavam mulheres, muitas vezes levando a força, como foi o caso da mulher de Corisco.
    Eram pessoas nojentas, ladrões, malfeitores, nunca resolveram problema nenhum.
    Lampião ficou famoso por ser o mais covarde, dormia separado do bando para que os outros morressem sozinhos.
    Lampião nunca foi herói, é uma invenção desta mídia podre do Brasil, que sempre se prestou ao papel ridículo de fazer baboseira. Muitos que escreveram sobre ele não o conheceram.
    As pessoas que já vir que conheram Lampião não lhe dão nenhum crédito
    É lamentável fazer uma estátuas é dizer para uma criança que homenageia- se bandidos por ter feito parte de um movimento chamado cangaço que de maneira nenhuma se pode separá-lo das atitudes insanas da época, seja política, ou institucional. Lampião recebia armas e munições de pessoas nojentas como ele que estava no pode na época
    Serra Talhada não deve ter nenhum orgulho de Lampião, deve ter orgulho sim das pessoas que trabalhavam, mesmo na época de Lampião, para construí-lá.
    Está homenagem é no mínimo imunda, estão homenageando o sofrimento do povo nordestino. Lampião nada mais era do que um cara que não trabalhava e viveu a custa do suor do nordestino sofrido, assim como muitos outros canalha viveram e vivem até hoje. Procurem saber quem teve a idéia de homenagear o Lampião, deve ser um destes parasitas que também vive a custa da população de Serra Talhada.

  10. Por que não uma estátua de Hitler, Stalin, Fernandinho Beiramar, Marcola e etc também oras? Já que a ideia é o valor cultural, histórico, independente dos atos viscerais praticados em vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome