Modelo de revitalização do DNIT pode acabar com estrutura hidroviária de Petrolina

0
Foto: Reprodução/internet

As Administrações Hidroviárias (AHs) do país parecem estar com os dias contados. Pelo menos é essa a proposta do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para revitalizar o órgão.

A ideia é fundir as questões referentes às rodovias com as das hidrovias numa pasta só. De acordo com fontes do Governo Federal, o fim das AHs está arquitetado na diretoria-geral do DNIT.

As 8 AHs, inclusive a AHSFRA que cuida do trecho da Hidrovia do São Francisco até Petrolina-PE e da Eclusa de Sobradinho, seriam incorporadas pelas Superintendências Regionais Rodoviárias (SRs) sob o pretexto de otimizar essa estrutura.

Caso esse cenário se confirme, os empresários do setor afirmam que poderá haver prejuízos na continuidade dos trabalhos desenvolvidos até o momento, além entenderem que o momento atual do país, com a luta contra o COVID19, não é apropriado para mudanças tão profundas no setor Hidroviário.

Ainda de acordo matérias publicadas na imprensa e fontes do Governo Federal, o decreto de reestruturação está pronto e como o estado do Amazonas será a região mais afetada, as lideranças políticas do Norte do país se mobilizaram mais fortemente contra a medida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome