Ministro Fernando Filho reconhece dificuldades, mas diz que 2017 foi “melhor do que muitos imaginavam”

2

O ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, aproveitou a confraternização com a imprensa em Petrolina, nesta sexta-feira (22), num hotel da orla na Avenida Cardoso de Sá, para fazer um balanço das ações do governo federal, bem como avaliar o trabalho do irmão, Miguel Coelho, à frente da prefeitura no primeiro ano de gestão.

Apesar de todas as dificuldades, eu acho que o ano está acabando melhor do que muitos imaginavam”, afirmou, justificando, entre outras ações, que o Banco Central projetou crescimento  do país e que houve  um aumento na criação de postos de trabalho.

Mesmo sendo o primeiro ano de Miguel à frente da prefeitura, conseguimos celebrar parcerias importantes com vários ministérios. E têm mais coisas para 2018, fora os recursos das emendas que estão alocados aqui. Foi um ano bom, e 2018 será ainda melhor”, assegurou.

Fernando Filho disse que o Ministério de Minas e Energia não é uma pasta “finalista” em destinar recursos, mas seu relacionamento em Brasília contribuiu para a vinda de muitas parcerias para a cidade. “Através da oportunidade de eu poder estar ministro, me relacionando com o próprio presidente [Michel Temer], tivemos a oportunidade de celebrar essas parcerias que são importantes para Petrolina”, finalizou.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

oito − um =