Ministro Fernando Bezerra discute com representantes da Contag e federações nordestinas pauta sobre Grito da Terra

1

FBC/Foto:MIN/divulgaçãoO ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, recebeu ontem (13) a diretoria da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais na Agricultura (Contag) e representantes de federações nos estados do Piauí, Sergipe, Pernambuco, Ceará e Paraíba. A pauta do encontro girou em torno das políticas adotadas pelo governo federal para enfrentamento e convivência com a estiagem no semiárido e das reinvindicações da Contag para o próximo Grito da Terra, marcado para 22 de maio.

Fernando Bezerra destacou que o governo tem priorizado as políticas para dotar o semiárido de infraestrutura hídrica, não só por meio de obras estruturantes. “No que diz respeito aos pequenos agricultores, estamos investindo alto em medidas alternativas para beneficiar diretamente as comunidades rurais. O Programa Água para Todos está possibilitando a perfuração de poços artesianos, concessão de cisternas, construção de pequenas barragens, barreiros de salvação e sistemas de abastecimento de água simplificados, dentre outras medidas”, frisou.

O Mais Irrigação, lançado no ano passado pelo Governo, também foi apontado pelo ministro como uma importante iniciativa para os trabalhadores rurais na agricultura. “O programa vai garantir até 2014 aproximadamente 400 mil hectares irrigados em todo o Brasil, porém, com uma concentração maior no semiárido nordestino. A questão é que temos um cenário de baixa produtividade em quase 130 mil hectares do total de 330 mil, por razões diversas. Por isso, o Mais Irrigação também está introduzindo uma nova política de apoio a arranjos produtivos no semiárido”, acrescentou o ministro.

Ele ressaltou a importância da participação de movimentos como a Contag e o MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra), por exemplo, em comitês instituídos pelo governo para acompanhar programas e políticas públicas dirigidas ao semiárido. “Junto a estados e municípios vocês podem nos ajudar bastante na tarefa de direcionar os investimentos e de acompanhar como as medidas estão sendo territorializadas”, disse.

Nas próximas semanas, a Contag formalizará a indicação de representantes para os comitês gestores do Água para Todos e o de implementação da nova Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR). Já nos próximos dias, equipes técnicas da Integração Nacional vão se reunir com representantes do movimento para debater questões mais específicas da pauta que o grupo levará ao Grito da Terra.

Intersetorialidade

O presidente da Contag, Alberto Ercílio Broch, ressaltou que as reivindicações do movimento envolvem mais de 15 ministérios e contemplam questões que vão da reforma agrária à educação no campo. “Os ministros Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência da República) e Pepe Vargas (Desenvolvimento Agrário) são nossos interlocutores no Governo, mas estamos nos reunindo com outras pastas para discutir aspectos específicos de nossa pauta”, pontuou Ercílio, acrescentando que a rodada de reuniões começou pela Integração Nacional.

Durante o encontro, Fernando Bezerra esteve acompanhado de gestores e técnicos das secretarias de Irrigação, Infraestrutura Hídrica, Defesa Civil e Desenvolvimento Regional, além de representantes do Água para Todos e da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). As informações são da assessoria.

1 COMENTÁRIO

  1. Fernando,
    Sai dessa loucura. Abaixo o facho. Não briga com com Eduardo, que te deu apoio. O PT vai sugar o pouco te resta e depois jogar na lata de lixo. Voce ja fez a sua historia. Não se deixe levar por vaidades ou mentiras. Vamos com Eduardo para Presidente. A sua vez vai chegar, como chegou para Ministro (pelas mãos de Eduardo, pois nem seu filho voce elegeu prefeito, lembra?)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome