Miguel Coelho quer ampliar número de escolas em tempo integral em Petrolina

6
Foto: divulgação

Uma das prioridades na primeira gestão de Miguel Coelho (MDB), o que fez Petrolina alcançar posição de destaque no Estado, o candidato à reeleição adiantou nesta terça (29) algumas propostas para ampliar a rede de ensino em tempo integral do município e estruturar as salas de aula. Atualmente, a Capital do São Francisco conta com três Escolas em Tempo Integral – duas delas implantadas pela atual administração nos bairros Vila Eulália e Vila Eduardo. A meta para um eventual segundo governo, de acordo com o gestor, é ampliar esse número para 15 unidades em vários bairros.

Outra proposta do candidato é climatizar 80% das salas de aula das escolas e 50% dos ambientes nos Centros Municipais de Educação Infantil. Ele também promete aumentar a inclusão digital, com a aquisição de computadores e tablets para as unidades de ensino.

Com os novos investimentos, Miguel quer dar um novo salto na educação e transformar a cidade em referência nacional. “Já temos as melhores notas no Ideb e no Idepe entre todas as cidades de médio e grande porte de Pernambuco. Nossas médias são superiores às do Brasil, Nordeste e Pernambuco. Mas o petrolinense sempre anseia por mais e agora nosso objetivo é colocar a educação de nossa região como uma das melhores do Brasil”, disse Miguel, em um encontro com moradores.

6 COMENTÁRIOS

  1. Escola em tempo integral é perda de tempo e desperdício de recursos, gastam o dobro de uma escola parcial para um mísero aumento no desempenho, em muitas chega a ser irrelevante. O que faz alguém aprender é entusiasmo e determinação, não aumentar o tempo de estudo.

    Não sei que inventou essa patifaria, mas iludiu muita gente, e pode ter ganhado uma nota em cima da ignorância dos trouxas.

    Aliás escola hoje é um engodo, você entra sabendo de nada, e sai sabendo coisas que nunca irá usar na vida, ou seja, continua sabendo de nada. A grande maioria dos jovens saem da escola sem saber nem apertar um parafuso, ficam desempregados longos anos, pois na escola não se ensina nada que lhes garanta um emprego.

    Aos jovens aprendam o básico, português, matemática e ponto. De resto aprendam a dialogar com as pessoas, tudo o que tiver relacionado à tecnologia da informação, ferramentas de internet, finanças, inglês e princípios de marketing, e pronto, terão feito muito mais um favor a vocês do que passar boa parte da vida na escola, aprendendo uma mistura de nada com qualquer coisa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome