Mendonça critica “cinismo” do PT e ataca o governo de Eduardo Campos

por Carlos Britto // 19 de dezembro de 2008 às 19:29

O ex-governador e presidente estadual do Democratas, Mendonça Filho, criticou o PT, hoje, em entrevista na CBN, por adotar uma atitude de “cinismo” ao desconhecer a gravidade da fraude milionária na Secretaria de Educação do Recife, denunciada pelo Ministério Público à Justiça. “É uma tentativa hilária de mudar de foco. Age como se fosse pouco importante o desvio de R$ 2 milhões da Educação”, afirmou Mendonça, ressaltando que independente do cinismo petista o Democratas vai acompanhar na Justiça o andamento dos processos de desvio de recurso da educação.

Mendonça lembrou que a fraude milionária na Educação do Recife não é uma denúncia vazia. “A denúncia partiu do Sindicato dos Professores Municipais e passou dois anos sendo apurada pelo Ministério Público Estadual, que comprovou as denúncias e entrou na Justiça com ação de improbidade administrativa”, afirmou Mendonça, ressaltando que entre os envolvidos na fraude estão a secretaria de Educação, Maria Luiza Léssio, e a servidora Marília Bezerra, esposa do futuro prefeito João da Costa.

Segundo Mendonça, quem acompanha a gestão do PT no Recife sabe que os petistas respondem a várias ações por improbidade administrativa, motivadas por escândalos até de dimensão nacional como a Finatec. Recentemente o Ministério Público pediu o bloqueio dos bens do prefeito João Paulo e de outros petistas no processo por improbidade administrativa pelas irregulares no contrato com a Finatec.

Governo
Mendonça lamentou a postura do Governo do Estado de confrontar com os médicos e profissionais de saúde, ao invés de apresentar soluções para a área de saúde do Estado. “A imprensa mostra hoje um quadro extremamente grave, crítico, no Hospital da Restauração que afeta a população mais carente”, lembrou Mendonça, ressaltando que a solução dos problemas da área de saúde foi uma das principais promessas da campanha do governador.

Segundo Mendonça, a saúde no Estado é uma questão complexa e todo mundo sabe, mas a diferença é que o governador prometeu que o problema da saúde e da segurança seria resolvido apenas com decisão do governador. “A segurança que ficou diretamente sob o comando do governador não vai bem e a saúde que está a cargo do vice-governador vai de mal a pior”, afirmou Mendonça.

Fonte: Blog da Folha

Mendonça critica “cinismo” do PT e ataca o governo de Eduardo Campos

  1. Quando se trabalha…
    Incomoda aqueles que nada fazem…
    Sendo ou não bom Administrador Público, em dois anos fez muito mais Pelo Sertão em dois que os mesmos que estão a criticar em oito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *