Médicos decidem fazer paralisação de advertência em Pernambuco

por Carlos Britto // 01 de maio de 2009 às 18:30

Em assembleia geral realizada no auditório do Simepe, os médicos vinculados ao Instituto de Recursos Humanos (IRH), ao Hospital dos Servidores do Estado (HSE) e à perícia médica, decidiram aprovar uma paralisação de 24 horas das atividades para a próxima terça (05), exigindo a equiparação aos salários dos demais médicos do Estado.

De acordo com os médicos do IRH/HSE e perícia médica, serão paralisados os serviços de ambulatórios, cirurgias eletivas e perícias. No horário da noite, a categoria se reúne, às 19h, em assembleia geral, para definir rumos do movimento.

Durante a reunião, o presidente do Simepe, Antonio Jordão, fez uma análise da conjuntura política, prestou esclarecimentos sobre o Termo de Compromisso assinado em setembro de 2008, entre as entidades médicas e o Governo do Estado, e avaliou as reuniões feitas com os secretários estaduais.

“O governo assumiu e não cumpriu o que foi acordado no Termo de Compromisso em relação aos médicos do IRH/HSE e Perícia Médica” enfatizou Jordão.

 Informações da Assessoria de Imprensa/Simepe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *