Mangabeira Unger defende visão estratégica em Juazeiro

por Carlos Britto // 24 de janeiro de 2009 às 18:59

Nas exposições feitas a autoridades e lideranças da sociedade civil em Juazeiro e Salvador (BA), Unger defendeu que a definição prévia de um projeto de visão estratégica da região é necessária para que os subsídios e incentivos demandados não sejam desvirtuados por pressões políticas.

Um aspecto central do planejamento vislumbrado pelo ministro seria mudar o paradigma econômico da região, de forma que ela não cresça com base na atração de investimentos simplesmente por vantagens comparativas de custos.   Para exemplificar melhor sua tese, Unger recorre a uma analogia com a China. O  objetivo da viagem de Unger é conhecer projetos exitosos na região – como a produção de frutas para exportação no Vale do São Francisco – e colher sugestões práticas dentro de cinco vertentes preconcebidas por ele.  São elas: expansão da agricultura irrigada e de sequeiro; política industrial voltada à formação de redes de pequenas e médias empresas; associação do ensino médio a uma formação técnica flexível; evolução de programas de transferência de renda, com ações direcionadas para quem pode vencer a linha da pobreza por meio do trabalho; projetos industriais que contemplem vocações produtivas locais e condições de transformação social no entorno. Representantes da Casa Civil, dos Ministérios da Agricultura,  do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, da Integração Nacional  e  Educação, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) acompanham Unger no Nordeste. A comitiva passará ainda por Alagoas, Rio Grande do Norte e Pernambuco.

Mangabeira Unger defende visão estratégica em Juazeiro

  1. alexandre mota disse:

    Prezado Carlos Brito
    Parabens pelo se blog era o que estava faltando em Petrolina.
    Queria dizer ao amigo que não perca tempo divulgando noticias deste Mangabeira Unger,este poeta que apesar de ser brasileiro fala com sotaque de americano que é simplismente ridiculo,é apenas figurante do governo sem nenhum poder para realizar nada.
    Não podemos nos esquecer que esta mesma figura disse horrores do presidente Lula e de seu governo quando da época do mensalão e hoje da uma de sem memoria sendo ministro do futuro, que coisa patetica.Está gastando o dinheiro dos impostos pagos com o nosso suor para fazer uma viagem inutil pelo nordeste para conhecer a região,veja que ridiculo,e dando declarações as mais bestas possiveis beirando o ridiculo.Não podemos aceitar isso de bom grado chega de palhaçada,acho que seria bem melhor que nós pedissemos ao presidente Lula que devolvesse este principe para os americanos que gostam de poesia.Se este rapaz é da universidade de Harvard ela está caindo de nivel.

  2. Alexandre -O Grande disse:

    Tô com voce xará!…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.