Mais da metade das pessoas já ‘perdoou’ brigas em suas famílias por conta da última eleição, diz levantamento

5
Foto: reprodução

Toda eleição reserva um pouco de polêmica, mas a de 2018 no Brasil talvez tenha sido a mais controversa da história. Amizades foram desfeitas, famílias brigaram, colegas se desentenderam. Mas após a definição da disputa para presidente da república, como esses relacionamentos ficaram?

Segundo estudo da Toluna – empresa fornecedora líder de insights do consumidor para a economia sob demanda – realizado com 533 pessoas, 37% discutiram devido às eleições de 2018. Porém, após o término da disputa, 52% delas contaram que o relacionamento com quem discutiram já voltou ao que era antes.

Além disso, entre essas pessoas que discutiram, 59% disseram que não valeu a pena brigar com parentes ou amigos por causa da política. A pesquisa foi realizada no dia 6 de novembro do ano passado.

Postagens em redes sociais

A mesma pesquisa ainda perguntou como está o hábito dos brasileiros nas redes sociais, um dos maiores palcos de discussões sobre as últimas eleições. Apesar de discordar ou concordar com o novo plano de governo, a maioria (57%) manteve o mesmo volume de publicações, contra 24% que diminuíram e 19% que aumentaram os posts.

5 COMENTÁRIOS

  1. Só para ver como a família esta se acabando,daqui para frente é cada um por si,o cara ficar brigando por causa de políticos,logo eles merecem que é uma beleza,quero ver este que não passe a mão grande no dinheiro da nação,o PT não foi o primeiro e nem será o ultimo,vamos ver daqui para o final deste mandato de Bosolnaro vai ter cada coisa,quem viver verá.

Deixe uma resposta para Marcos Cancelar resposta

Comentar
Seu nome