Mãe de adolescente grávida critica postura de enfermeiro em Santa Maria

por Carlos Britto // 24 de agosto de 2021 às 08:40

(Foto: Ilustração)

Em Santa Maria da Boa Vista (PE), Sertão do São Francisco, a mãe de uma menor de 17 anos não esconde sua revolta e indignação. Tudo começou quando ela foi com a filha (que está grávida) no posto de saúde do Bairro Santa Luzia, naquela cidade, fazer o primeiro exame pré-natal da jovem e,  na triagem, ela foi mal atendida.

Após fazer os testes rápidos, um deu positivo para uma DST (sífilis), e o enfermeiro, que é amigo do namorado da minha filha, encontrou ele no futebol e o mesmo relatou o fato da doença para ele. Coisa que deveria ser sigilosa. O fato é que fui reclamar na prefeitura e me disseram que era normal isso. Que era para procurar outro posto com enfermeira mulher. Após o enfermeiro fazer isso, o namorado dela, furioso e no calor  da emoção, bateu na minha filha, e a minha menina tomou remédio para matar o feto. Ela ficou internada em Petrolina e lá fizeram a curetagem”, relatou a mãe, que prefere o anonimato.

Ela conta que, agora, a filha anda com depressão e vergonha de sair de casa. “Eu espero que a Secretaria de Saúde seja compreensível e não deixe enfermeiro fazer isso. Que a punição seja feita, porque  minha filha de 17 anos quase morre por falta  de ética desse enfermeiro, que só vive bêbado e usando droga, trata as pessoas no posto com arrogância e desrespeito. Fui à prefeitura reclamar e a mesma não faz nada. Procurei o Ministério Público e lá eles me deram apoio, e eu fiz a denúncia no COREM (Conselho Regional de Enfermagem). Mesmo assim, o enfermeiro continua fazendo o que quer na cidade com pessoas carentes”, completa ela.

A reportagem deixa o espaço aberto para algum representante da prefeitura manifestar-se sobre o assunto.

Mãe de adolescente grávida critica postura de enfermeiro em Santa Maria

  1. Machado disse:

    Nessa história toda só posso ter pena da pobre criança que foi assassinada por essa inconsequente de 17 anos

  2. Valéria disse:

    Faltou ética do enfermeiro e da prefeitura, como pode ser normal? É por causa de servidores públicos como esse que todos levam fama de ruim.

  3. Observador disse:

    O enfermeiro foi sem ética, mas o triste desta história foi o namorado da adolescente, que cometeu um crime em bater em uma mulher, principalmente o fato dela estar grávida. Este sim, merece a punição. Cadê a Lei Maria da Penha!!??

  4. Paulo disse:

    Uma boa desculpa para matar uma.crianca amanhã ela errada outro é.se.repete o.ato

  5. Talitha Kelly Lisboa feitosa disse:

    Eu acredito que pelo ocorrido,ixistiu falta de ética do enfermeiro,mas da parte da menina foi dois erros,primeiro que ela pensava em esconder do namorado,e segundo eleatou um inocente,talvez ela tivesse dúvidas de quem era o pai né.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *