Mãe acusada por filha de tê-la ameaçado de morte afirma que garota é quem a agride: “Problemática”

19

mãe agredidaDois dias após ser denunciada pela própria filha de tê-la ameaçado com uma faca, a funcionária pública Cleide Barreto Campos do Nascimento rebateu as acusações. O caso aconteceu na última segunda-feira (3), no bairro Gercino Coelho, zona leste da cidade, e o Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado na Delegacia de Polícia Civil (DPC).

Cleide confirmou a policiais militares, acionados pela filha, que de fato tinha pegado uma faca. Mas a versão dada ao Blog pela funcionária é bem diferente da que foi relatada à polícia pela filha dela, a estudante Ana Mirelle Alves do Nascimento.

Segundo Cleide – que preferiu não se expor durante a entrevista -, a relação entre mãe e filha já vem desgastada há quase cinco anos, quando ela tentou impedir um relacionamento amoroso de Ana Mirelle (então com 15 anos), no intuito de que se dedicasse primeiro aos estudos. E se agravou ainda mais há cerca de quatro anos, após uma discussão entre as duas por causa de um gato de estimação de Cleide.

Ela lembra que na época estava se recuperando de uma histerectomia (cirurgia para retirada do útero) e sofria a perda do pai. Mesmo assim, a estudante agrediu a mãe com socos e chutes. Em seguida, a atingiu com um objeto entre a testa e o nariz, fissurando seu rosto em três partes. “Cheguei a dar parte dela à polícia, mas na época ela era de menor e fiquei sem saber o que fazer. Ela é uma pessoa problemática”, contou Cleide.

Despejo

Na última segunda, a nova briga teve como pivô o irmão de Ana Mirelle, de 19 anos, pai de um bebê recém-nascido. Segundo Cleide, seu filho estaria insatisfeito após a irmã pedir o quarto de volta onde a esposa dele e o bebê estavam instalados. A nora de Cleide pediu a Ana para ficar no quarto até seu resguardo passar, mas Ana não aceitou. “Eles foram para uma barraca de camping no quintal da casa da minha mãe, onde moram”, informou Cleide. Ao ver a estudante brincando com o sobrinho, ele iniciou a discussão e Cleide interveio.

A funcionária tentou evitar que a filha fosse até o quintal da casa, onde estava o irmão, e segurou o portão para impedir. “Ao perceber que eu não ia abrir, ela me disse: ‘não toque em mim, sua mulher nojenta, imunda’, e chegou a me chamar de puta e rapariga”, afirmou.

Cleide, que há cinco anos deixou a casa da mãe – onde Ana Mirelle ainda vive com a avó – e alugou uma residência ao lado, no Gercino Coelho, admitiu ser impossível um relacionamento amigável entre as duas. E garantiu que moverá uma ação de despejo para expulsar a filha da casa da avó. “Ela vive me dizendo que é filha de chocadeira. Pois ela que vá descobrir onde fica a chocadeira porque vou entrar com uma ação de despejo para tirá-la da casa de minha mãe”, completou.

19 COMENTÁRIOS

    • A moça agredida e ameaçada de morte, não tem personalidade duvidosa. Ela estuda e trabalha para se sustentar. Sempre sofreu agressões físicas e morais por parte da mãe. Vc preferia que ela fosse esfaqueada?

  1. Mãe e Filha, vocês precisam é de Deus em suas vidas. Filha, reze pela sua mãe, pois só Deus saberá o motivo dela te tratar assim. Mãe, a senhora deve ser exemplo para a sua filha, protetora, a rainha. Tenha Maria, a mãe de Jesus, como exemplo e perdoe, pois só tu sabes o motivo de sentir isso por sua filha. A partir de hoje, vocês duas estarão em minhas orações e peço também a vocês que lerem esta postagem, pois não adianta cada um colocar a sua opinião se o que as duas estão precisando é de Deus em suas vidas…

    • Creio que bater em alguém de mangueira não iria ajudar em nada, só aumentar a raiva da filha sobre a mãe! é por isso que o mundo está virado deste jeito, pq a violência começa dentro de casa: pais que não sabem a maneira ideal de conversar com os filhos e só partem para resolver com a violência, então o filho não aprende outra coisa senão resolver os problemas com violência!!

  2. Que triste ler essa matéria, quanto rancor, quanta ira. MãeXFilha e Filha XMãe.
    Realmente elas precisam de Deus no coração, não importa quem fez o que, acho que precisam de humildade, saber perdoar, respeito. Gostei do comentário de Alice vamos pedir ao Pai que acalme o coração delas e de tantas outras família que estejam passando por momentos de turbulência, violência não ajuda. Em nome de Jesus está reprendido todo sentimento ruim, toda magoa, de mãe e filha. Ó Pai arranca estes corações de pedra e molda-os com tuas mãos e que estas tuas filham possam viver em Paz no seu AMOR.

    • sei que deus é misericordioso só uma pessoa que passa sabe o quanto doi mas estou de ouvidos abertos para bons conselhos sei que Deus usa as pessoas de maneira surpreendente

  3. Que coisa mais feia, uma desavença de família, que poderia ser resolvida com uma simples conversa, acabar indo parar numa delegacia de polícia e sendo exposta desta maneira na mídia e na boca do povo! É uma pena ver tal fato! Famílias serem destruídas por causa de pais autoritaristas e arrogantes e filhos desobedientes!

  4. Eu Brunno Alves Irmão de Ana Mirelle Infelizmente Estive Presente em todas essas brigas . é o que ela colocou no outro post afirmando que minha mãe abandou ela isso não passa de uma mentirar só para ela ser a vitima , ela sempre foi sustentada pela minha vó porém minha mãe sempre esteve presente, Ana Mirelle Sempre foi a polemica da casa em minha casa só quem fala com ela e minha vó .
    Como Pode Uma Filha Bater em uma mãe por conta de um misero gatinho , Ela chegar ate a arrancar a porta do guarda roupa pra lançar na mãe, isso não e uma filha . Tomara que ela pague por tudo que ela fez .

    • Que vergonha Bruno pois você também é sustentado por sua avó,porque até onde eu sei você mora com a sua avó também.Se a sua mãe é tão inocente como diz porque você não mora com ela?…Tem medo de morrer também??
      Jogar pedra é fácil,difícil é estender a mão para ajudar

  5. Ela abandonou os filhos na casa da mãe e agora quer aparecer como vítima. . Ela sempre agrediu a menina. Pelo tratamento que sempre teve por parte da mãe, poderia ter se tornado essa pessoa problemática que ela diz. A moça só fez se defender, chamando a polícia, pois a sua mãe a ameaçava com uma faca, junto com o seu parceiro de confusão! Cleide do facão, quem não te conhece que te compre! Povo, será necessário que ela mate mesmo a filha pra vcs perceberem quem é ela? E a gente pensa que isso só acontece em novela…

  6. coitada da sua filha.Sei muito bem quem é você pois conheço seu temperamento forte e conheço o de Mireli também não sei porque você implica tanto com a garota porque vejo ela trabalhando indo estudar e tudo sempre foi uma menina boa todos aqui na rua gostam dela,menos você e seus dois filhos pelo que eu percebi,os verdadeiros problemáticos,pois nunca vi Mireli envolvida em nem uma confusão pelo menos qui no bairro moro há muitos anos aqui próximo

  7. Só acho que se essa garota tem problemas hj o erro foi na criação,é fácil falar quem é vitima e quem é culpada apontar o dedo no outro é fácil só quem sabe é elas que convive e quem realmente tem o contato com as duas eu conhecer Mirelli na escola e acho ela uma pessoa amavel e amiga nunca fiquei sabendo de nada que a comprometesse seu carater porem não conheço a mãe dela mas hj sou mãe e sei que quando os filhos não tem a criação que merece e que dever da nisso numa brigar feia de familia,lamentavel….Mirelli espero que jesus acalme teu coração e te livrai de todo o mal..

  8. Não conheço a filha, mas estudei com a mãe e a conheço do posto onde trabalha, ela tem uma vida de altos e baixos, é muito desocmpensada e ja lagou s filhos pequenos pra ir atras de um amor, deixando-os pequenos na casa da mãe. Acho q merece ajuda ja q trabalha na area de saude, psicologo, medicamento, ou outras terapias. ja a filha nao teno o q dizer não a conheço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome