Lula confirma intenção de criar novo PAC para 2011

por Carlos Britto // 17 de maio de 2009 às 22:00

Embora tenha dificuldades para implementar os investimentos previstos no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), em fase de implantação há dois anos, o governo federal já trabalha na definição de um novo pacote, desta vez prevendo obras para o período 2011-2015. O elaboração do programa, que será executado – ou não – pelo próximo chefe de Estado, foi confirmada hoje pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Riade, no segundo dia de sua visita à Arábia Saudita.

Lula havia mencionado a intenção de criar um PAC 2011-2015 há uma semana, durante viagem a Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Hoje, ele afirmou que o programa poderá poupar dois anos de trabalho de seu sucessor. “Quando chegamos ao governo, detectamos que não tínhamos projetos na prateleira”, justificou.

Segundo o presidente, em razão da “fiscalização muito rígida” e de trâmites burocráticos, como a elaboração de projetos básico e executivo, pedidos de licença prévia, licitação e demandas judiciais, um mandato de quatro anos não é suficiente para, por exemplo, construir uma usina hidrelétrica. “É tanta fiscalização que para alguém superar todo o processo demora muito. Não quero que as pessoas que vierem depois de mim passem pelo que passei no primeiro mandato.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *