Livro sobre Região Nordeste causa polêmica

por Carlos Britto // 30 de abril de 2009 às 16:40

Na semana de comemorações ao Dia Nacional da Caatinga, uma polêmica relacionada ao povo nordestino quase rouba a cena.

Dados equivocados que produzem posturas reacionárias e preconceituosas contra a Região Nordeste foram identificados no livro didático intitulado Caatinga: a paisagem e o homem sertanejo, da Editora Moderna, lançado em 1994 e que está na 16ª impressão.

Os erros foram denunciados pela deputada Isabel Cristina (PT), que foi à tribuna, ontem (29), repudiar o conteúdo do material direcionado a estudantes do Ensino Fundamental do País.

 O 2º secretário da Casa, deputado Sebastião Rufino (DEM), presidiu parte da reunião plenária e acatou a proposta defendida por diferentes parlamentares.

A Assembleia Legislativa de Pernambuco formulará um Voto de Repúdio, que será encaminhado ao Ministério da Educação e à Editora Moderna, responsável pela reprodução do texto. Também será solicitada a retirada do livro do mercado até que as devidas correções sejam feitas.

Isabel contou que o texto foi analisado por uma equipe do Colégio Geo de Petrolina, no Sertão.

“O grupo identificou inúmeros erros que poderão ser considerados como verdades por professores e alunos que não conhecem a região. São elementos que inferiorizam a Caatinga e constrangem os sertanejos”, alertou, acrescentando que “a editora deve fazer o reconhecimento formal por ter comercializado, durante 15 anos, uma obra com marcas preconceituosas e erros primários acerca do Sertão e da Caatinga”.

Na avaliação dos profissionais do Geo, o autor Samuel Murgel Branco (já falecido) descreve o Litoral como espaço “vivo, alegre e gracioso”. Ao contrário, o Sertão e a Caatinga são relatados como “secos, pobres e com solo pedregoso, onde vegetam apenas cactos e arbustos espinhosos e retorcidos”.

A Caatinga é apresentada como “feia e agressiva e o sertanejo, rude”. Na página 16, o autor cita o homem do Sertão como “de aparência indolente e tostado pelo sol, com pele esturricada como as próprias plantas espinhentas e retorcidas que o cercam”.

Quanto ao cotidiano, o texto diz que “o principal meio de transporte no Sertão é o jegue”. “Como não possui automóvel, o sertanejo leva um dia inteiro transportando, sobre a cabeça ou no lombo do jegue, uma lata de água que mal dá para saciar a sede da família”.

 Com informações do Diário Oficial do Estado

Livro sobre Região Nordeste causa polêmica

  1. Primeiro, parabéns a nossa Deputada Professora Izabel Cristina, que teve a iniciativa de recomendar à Assembléia Legislativa do Estado, providências junto ao Ministério da Educação e à Editora Moderna, para promoverem os devidos reparos com relação às críticas preconceituosas, inoportunas e irresponsáveis à nossa caatinga e ao Homem Sertanejo. Por certo, com todo respeito à memória do autor Samuel Murgel Branco, ELE morreu sem conhecer a riqueza do BIOMA CAATINGA, que tem sido um habitat natural, onde o HOMEM sertanejo retira o seu sustento e durante séculos, tem contribuido para matar a fome de milhões de brasileiros. José Batista da Gama, Professor do IF-Sertão Pernambucano.

  2. Vitorio Rodrigues disse:

    Parabanizo, em primeiro lugar, a equipe de professores do Geo Petrolina que fez a análise crítica do livro em epigrafe, e em segundo lugar a iniciativa da deputada Isabel Cristina, em formalizar a denuncia junto ao Poder Legislativo Estadual contra o desrespeito ao BIOMA CAATINGA, ao Nordeste e a todos nós sertanejos. Na condição de educador ambiental, cidadão da CAATINGA, comunicador social e defensor da Natureza por opção. Sinto-me indignado pela existência desse livro desrespeitoso com a nossa gente e com a nossa região. Por isso, confesso que ficaria com a alma “lavada e enxaguada” se um de nossos parlamentares (Fernando Filho, Gonzaga Patriota, ou outro que ame nossa gente), levasse essa denúncia, também para o Congresso Nacional. Com a finalidade de forçar a conceituada Editora Moderna, a se retratar e tirar o citado livro de circulação. Pois o estrago nesses ultimos 15 anos já deve ter sido grande, com a circulação desse material com informações tão distorcidas a nosso respeito. Senhores deputados federais, levem esta denúncia para o Congresso. A CAATINGA agradece.

    Vitorio Rodrigues de Andrade
    Educador Ambiental/Comunicador Social
    Petrolina – PE

  3. Pascal disse:

    Argumentos risíveis de ambas as partes.

  4. Watergate disse:

    nao vi nenhuma mentira nos trechos citados.

  5. Wategate disse:

    da pra tirar sustento pra vida até de estrume de boi, e nem por isso o estrume é algo agradavel

  6. Sami disse:

    Watergate voce quer comentar até o que não entende, vá ler, vai estudar

  7. Sergio disse:

    Falta do que fazer….não vi nenhuma mentira no livro, morei aqui e no interior do sertao, e , pelo que estou vendo, quem não conhece o interior do sertão são esses professores. Estão achando que o sertão é petrolina, com suas areas irrigadas e os colonos andando de moto???

  8. ATENTO disse:

    O Nordeste sempre sofrendo discriminação, humilhação, preconceitos absurdos. Há pouco tempo foi lançado um livro de geografia onde, no mapa da nossa região, exluía-se o Piauí. Excelente a percepção da deputada Isabel Cristina, sempre atenta a tudo que envolve a nossa região. Parabéns. Só quem não é daqui, tem opinião diferente! Talvez seja o caso do WATEGATE

  9. eu disse:

    Sergio, você quis dizer pequena parte de Petrolina, não foi?

  10. Watergate disse:

    Pelo contrario ATETO, voce deve conhecer apenas a caatinga dos projetos de petrolina.
    Pois as que ja andei sao exatamente como descritas no livro.
    Ou pior!
    So lamento, mas é a verdade!

  11. Coitado disse:

    Watergate, aprecio a coragem de suas opiniões, pena que vc não se identifique. Em resumo, sua opinião de nada vale. Que tal vc aparecer e mostrar quem é, assim talvez possamos entender essas sua argumentação. Porque assim, do jeito que tá, falar é fácil.

  12. Absurdo disse:

    Pascal, Watwrgate e Sergio vcs com certeza nunca leram o tal livro e estão se metendo a comentá-lo sem conhecimento de causa. Também pra nos preocuparmos vcs são fantasmas mesmo, não têm coragem de aparecer.

  13. Watergate disse:

    Minha identificaçao é desnesessaria.
    o anonimato é o escudo dos oprimidos.

  14. Coitado disse:

    O anonimato é o escudo dos covardes.

  15. Coitado disse:

    Ainda bem que existe a internet para dar lugar aos escritores frustrados, que não têm espaço para divulgar suas opiniões porque nao representam nada, apenas sua opinião.
    Isso é como um muro pichado. Pena que muitas pessoas perdem tempo lendo a opinião de quem não tem credibilidade. Se é anonimo, não tem personalidade. Não pode nem se identificar para os proprios filhos. Não é frustante, Watergate? Logo para vc que deve ser especialista em caatinga.
    Puxa, Carlos Britto, quantos malas a gente não tem que aguentar por aqui.

  16. sami disse:

    o anonimato é o escudo dos oprimidos e COVARDES!

  17. Watergate disse:

    Interessante, batizaram o cara com o nome de COITADO e ABSURDO
    Que mãe horrivel!

    1. babi disse:

      Que isso gente! mas digo q eh verdade como pode se chamar coitado kkk, vamos parar de brigar

  18. Coitado disse:

    Watergate, quanto mais você fala mais eu tenho pena de você.

  19. NEILA CRISTINA RAMOS disse:

    EXcelente a iniciativa da deputada. Infelizmente o Etnocentrismo em relação ao nordeste é extremamente intenso. A visão que se tem, é a de que o povo nordestino é sofrida,morre de fome e pobreza, são maltrapilhos e preguiçosos e inteligentes.Mas é óbio que essa é um visão preconceituosa, originada principalmente pelos sulistas e elitistas, que buscam superiorizar uma determinada cultura em detrimento de outra. Vale destacar, que é mais fácil enfatizar a situação de miséria da região e culpar as questões climáticas. Ao invés de assumir que esta é um realidade derivada da falta de reponsabilidade e políticas públicas que aperfeiçoem e dêem condições mais dignas de se conviver no nordeste. ESSE discurso preconceituoso deve ser extinto….ou ao contrário, a visão de coitadinho e miserável continuará sendo atribuído ao NORDESTINO.

  20. NEILA CRISTINA disse:

    RETIFICANDO: QUIS DIZER não são inteligentes…..( visão esta errônea).

  21. babi disse:

    preconceito naoo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *