Leitor questiona presença de comissionados de Lossio em debate de prefeitos: “O cidadão paga salário pra não trabalharem?”

11

comissionados prefeitura em debate

O primeiro debate entre os cinco candidatos a prefeito de Petrolina aconteceu nesta quinta (18) na Univasf com temperatura elevada, e as polêmicas também já começaram.

Um leitor do Blog nos enviou fotos fazendo alguns questionamentos pertinentes: “O que faziam, no debate, secretários e demais cargos comissionados, se estavam em horário de trabalho? o cidadão paga o salário pra comissionado não trabalhar e apoiar candidato em debate?”.

Nas eleições passadas os prefeitos baixavam decretos proibindo os cargos de confiança de ‘gazetearem’ o trabalho para acompanhar candidatos. Será que a regra mudou? Com a palavra a prefeitura de Petrolina.

11 COMENTÁRIOS

  1. Como se não tivéssemos no debate como candidatos a prefeito três deputados.
    Deixaram de receber seus salários os deputados ?
    Sendo que eles ganham e não é pouco, pra não fazerem nada, aliás ganhar o dinheiro e dizer que estão preocupados com Petrolina.

  2. Isso não é novidade! Eles são intimados a participar e se ausentam do trabalho para estar presentes em qualquer evento ao qual seu candidato participa. Quando estão em caminhada, sempre tem alguém da equipe de olho em quem estar presente. Os eventos deles são sempre mais cheios por conta da presença de comissionados. Então, tudo na mesma.

  3. O partidarista aí só esqueceu de questionar o por que dos três deputados que são candidatos não terem se licenciado do cargo para fazer as campanhas! Mas fazer o quê, gado adestrado da oligarquia é assim mesmo…

  4. o povo tem que enxergar o picareta que é esse Lossio! Os deputados estao de licença sim! Por isso sao candidatos… Fora lossio e sua cambada kkkkkkkkkk #Miguel 2017

  5. Não concordo com os deputados estarem ai no debate e nem tão pouco com os comissionados, Porém tem uma diferença entre eles e que é corriqueiro todos em todas as eleições municipais onde os CONTRATADOS são forçados e induzidos a participarem de campanhas pró-governo (apoiado pelo atual prefeito) pois caso contrário pode sofrer represália e isso inclui: Professores, diretores, gestores todos os outros que não são concursados e sim meros contratados!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome