Leitor do Blog disse que tem “muita desculpa” no problema da saúde

por Carlos Britto // 16 de junho de 2009 às 09:40

O leitor do Blog Carlos André está muito preocupado com a celeuma na saúde de Petrolina e escreveu para emitir sua opinião:

Prezado Carlos Britto como leitor assíduo de sua coluna não poderia deixar de emitir minha opinião a respeito da matéria do projeto de reajuste dos médicos de Petrolina.

Mais uma vez nota-se que prefeitura de Petrolina que transferir sua responsabilidade para outro órgão nesse caso a Câmara de vereadores, reclamando que manobra o projeto e não foi votado por pura manobra política, mas vamos aos fatos:

1 – O projeto deu entrada uma hora antes do inicio da sessão e seria no mínimo irresponsabilidade dos vereadores se já tivesse homologado de imediato sem antes analisar o seu conteúdo, mas nosso prefeito parece acreditar que a Câmara é uma extensão da prefeitura e simplesmente homologa tudo que ele manda.

2 – Se o projeto estivesse correto qual o real motivo de o prefeito ter retirado da câmara o projeto e reenviado novamente no dia 12 como noticiou o blog.

Acredito que chegou a hora de trabalhar e parar de procurar responsáveis por suas falhas o povo de Petrolina não merece tantas desculpas sem fundamento.

Carlos Andre

Leitor do Blog disse que tem “muita desculpa” no problema da saúde

  1. Vale resaltar que nossa luta diz respeito também a salário. Mas vai muito além disto. Se toda nossa luta fosse só pro salário, como quer deixar transparecer o prefeito e como tem confortavelmente a imprensa divulgado, o movimento já teria se encerrado, pois, como o colega Dr. Júlio mesmo diz: ele já concedeu nosso “reajuste”.
    Alguns pontos a se considerar:
    1- Na realidade “reajuste” não é um termo bem aplicado. Na verdade, pagando 700 reais bruto ele apenas nivelou os salários. DIMINUIU o valor do plantão dos cirurgiões, ortopedistas, etc e aumentou o dos clínicos. Ou seja, tirou daqui colocou alí. Fez todos terem a mesma remuneração.
    2- Nossa luta é por uma saúde melhor para TODOS. Queremos – e a imprensa não tem divulgado com tanto afinco – que todos os PSF tenham médico. Queremos que se tenha um aumento do número de plantonistas para um melhor atendimento à população. Queremos que um hospital não passe 10 dias sem soro fisiológico, por exemplo.
    3- Quanto a férias e décimo terceiro é bem interessante. Não se trata de “conceder um benefício” à classe e sim fazer valer o direito de TODO TRABALHADOR. E acho que este ponto em particular não deveria depender da aprovação ou não do legislativo municipal. É direito de todo trabalhador FORMAL.
    4- Queremos mais do que tudo o CONCURSO PÚBLICO.
    Assim vejo que cabem estes esclarecimentos à população, para que não pense que estamos brigando SÓ por salário.
    aluilce@spfc.com.br

  2. E completando:
    Certos usuários aqui do blog que gostam muito de dizer que médico trabalha pouco e ganha muito. Vocês sabiam que o Conselho Federal de Medicina preconiza que em um plantão, para que o médico preste um bom atendimento, ele não deve exceder a quantidade de 36 atendimentos por 12h?
    E a quantos atendimentos nós médicos somos submetidos em 12h? 70 num plantão “calmo”… 100, 110 num plantão “agitado”.
    Por isso nossa luta visa aumentar a quantidade de profissionais de plantão em nossos hospitais.
    aluilce@spfc.com.br

  3. Ricardo Mendes disse:

    Caro Carlos Brito!!
    É com muita tristeza e decepção que leio o comentário desse rapaz que se chama Roberto, não consigo entender como vc Carlos Brito que é tão criterioso e detalhista e que sempre fala o porque de “barrar” alguns comentários maldosos e sem fundamentos , mais deixou passar esse que pra mim foi o comentário mais sem criatividade, uma ofensa, um insulto, é uma forma de violência verbal aos seu leitores, tantas palavras chulas torna esse espaço uma latrina.

    *Por equanto ainda sou leitor desse Blog pois acho que não foi vc liberou essa palhaçada, o meu sentimento foi de indignação e vergonha. E o seu?

  4. RESPOSTA A "Dr. Aluilce Vasconcelos" disse:

    Estimado Dr. Aluilce,

    Em relação aos seus comentários e embasado na democrácia dos comentários, quero expor abaixo minha opnião:
    1-Num país onde o salário mínimo é R$ 465,00 vocês irão ganhar R$ 700,00 por um trabalho mau prestado em 12hs é uma remuneração exorbitante. Estão se torando marajás com verba pública.
    2.1- Vocês querem um médico por posto de saúde do PSF para terem mais plantões a serem cumpridos em Petrolina, somado a resitência que vocês tem com médicos de outros estados, em especifíco da Bahia, nota-se claramente que vocês querem é ganhar mais no valor do plantão e na quantidade de plantões.
    2.2-O soro fisiológico está em um processo de escassez em todo Brasil, as empresas vendem depois falam que não tem o produto e as que tem querem o dobro do valor. No caso dos postos de saúde e hospitais daqui que compram por licitação a situação é pior ainda, pois por lei não podem gerar uma nova comprar enquanto não for atendido um pedido em aberto.
    3-Médico sempre foi profisisonal autônomo, vocês querem CLT para poder gerar mais encargos ao Governo (municipal, estadual e federal) e ainda ganhar por um mês sem trabalhar. Querem moleza? sentem em cima de um pudim!
    4-E o CONCURSO PÚBLICO é para dar estabilidade a vocês de fazer merda e não dar em nada.
    5-Em relação aos atendimentos faltou você citar o atendimento leito-a-leito: os pacientes morrendo no leito das emergências e enfermarias e os médicos dormindo nos leitos no CONFORTO MÉDICO enquanto suas contas ficam gordas.

    Ass: Roberto Guedes – O BOCA DE TROVÃO

  5. ATENTO disse:

    O prefeito diz q herdou uma prefeitura falida, no entanto, deu aumento de 100% ao secretariado. Agora, quer beneficiar os grandes hospitais e clinicas de Petrolina, reduzindo o ISS de 5% para 3%, segundo projeto enviado à Câmara de Vereadores, e ainda tem um perdão de dívida. Muito estranho, tudo isto. Principalmente a redução de ISS e o perdão de dividas.

  6. Gilberto Orlando disse:

    Concordo totalmente com o que Roberto Guedes falou. Ricardo Mendes aprenda a aceitar as opniões adversas. ATENTO você deve ser como o Roberto Guedes falou: mais uma viúva do ex-prefeito Odacy. Se o que você fala fosse verdade o Ministério Público já teria investigado e estaria acompanhando.
    Entenda como as coisas funcionam: reduzindo o ISS para 3% é mais vantajoso para as empresas abrirem uma sede em Petrolina do que em outras cidades da região, bem como também mantem as empresas que já estão aqui instaladas.
    Perdoar dívida do Dom Malan e do Traumas tem de ser feito mesmo, pois são hospitais públicos, senão além de não ter médico e água ficariamos sem hospitais.

  7. Dr House disse:

    É com muita tristeza e decepção que vejo como um blog que se propõe a entrar na tela de nosso computador e das demais famílias petrolinenses, deixa ser postado comentários desse sr Roberto Guedes, com palavras dignas de uma pessoa que não tem e nunca teve educação familiar, típicas de uma pessoa sem escrúpulos. Não é de agora que seus comentários sempre estiveram pautados em denegrir a imagem dos médicos ,na maioria das vezes com muito rancor e falta de respeito. Peço Carlos Britto, que filtre palavras que nossos leitores não merecem ler aqui no seu conceituado e respeitado blog, comentários desse tipo não são construtivos, só dilapidam a boa imagem de seus leitores. Quanto a esse sr Roberto Guedes, só tenho a pedir que Deus tenha compaixão dele, parece-me que no seu coração só cabem rancor e inveja, coisas que um pouco de religião poderia ajudar um pouco a melhorar a sua vida e a sua auto-estima que deve estar pra lá de baixa.

  8. olho vivo disse:

    Roberto Guedes…já te disse que Freud explica seu comportamento. Acho que vc vê a medicina como o “falo” que vc sempre almejou e não tem. Caro amigo quero te dizer que ainda é tempo de correr atrás do prejuízo. Estude meu amigo, afinal só assim vc irá se curar de seu trauma.

  9. Dr House disse:

    Todo trabalhador deve ter direito a décimo terceiro e a férias, os médicos trabalham como qualquer outro trabalhador, pagam impostos, respiram o mesmo ar, estão sujeitos ás mesmas penalidades, porque não pode ter direitos inerentes a todo trabalhador? Não é simples ser médico, a medicina é um sacerdócio, para se tornar médico, digo, um bom médico, são 10 anos em média de estudos, 6 anos de graduação e mais 2 a 4 de residência médica,fora cursos , congressos e livros que não são nada baratos e ninguém fornece de graça. Os médicos que hoje gozam de certo conforto, já passaram por tudo isso, plantões estafantes e cansativos, fins de semana dando plantão, noites sem dormir, prefeituras do interior que dão calote, ou seja, nada é fácil. Até um médico conseguir ter um consultório particular com uma razoável clientela , isso demanda muito tempo e investimento, sem falar que ele precisa ser bom , pois ninguém marca uma consulta com um médico, onde todos sabem que ele é um mau profissional. O sr Roberto Guedes e o sr Gilberto Orlando são fatos isolados na medicina, são pessoas que nunca vão adoecer, nunca vão envelhecer, nunca vão precisar de atendimento médico, ou se precisarem , vão pagar em torno de 250,00 ou 300,00 reais para um bom médico na capital, visto que eles devem ter muito dinheiro sobrando. E ainda acham que 700,00 reais bruto, que na verdade com INSS e IR, esse valor cai bastante, é um grande valor para se remunerar um plantão onde você atende em média 40 a 50 pacientes, entre graves e não graves, isso dependento do plantão. Quem DILAPIDA OS COFRES PÚBLICOS MEU CARO ROBERTO GUEDES são os POLÍTICOS desse país, procure ler e assistir jornal, aí você verá que não há nenhum médico sendo acusado de caixa 2, distribuição de passagens , regalias com o dinheiro público. Se você tem ódio de médico, ótimo, procure guardar para você, mas olhe, mais cedo ou mais tarde você vai precisar de um, na hora do desespero, da doença, termina procurando um aqui mesmo em Petrolina, ou então, pegue um avião, desembolse 400,00 de passagem e mais 250,00 de consulta na capital.

  10. o observador disse:

    É lamentável que um indivíduo como esse tal Roberto Guedes ainda não tenha sido internado em um manicômio, uma vez que somente um louco ou doidivanas pode vir a público dizer tantas asneiras e impropérios característicos de um ser que além de insano é cínico e mau intensionado. Porque esse indivíduo não questiona os salários dos políticos e seus inúmeros auxílios? eu respondo: É um hipócrita que desfia seu rosário de termos chulos que mostram sua formação deplorável e mesquinha. Saiba seu boca da vergonha que eu como leitor assíduo desse blog não aceito passivamente suas críticas amalucadas e convoco outros leitores a repudiarem esse gesto típico de FILHOTES DA DITADURA. E tenho dito.

  11. Dr House disse:

    “Queres ser médico, meu filho?
    Essa aspiração é digna de uma alma generosa, de um espírito ávido pela ciência. Desejas que os homens te considerem um Deus que alivia seus males e lhes afugenta o medo. Mas, pensaste no que se transformará a tua vida? Terás que renunciar à vida privada…a tua porta estará sempre aberta a todos. A qualquer hora do dia e da noite… Já não te pertencerás.

    Gostas da simplicidade: terás que adotar a atitude de um profeta. És ativo, sabes quanto vale o tempo. Não poderás demonstrar cansaço ou impaciência: terás que escutar relatos que procedem do começo dos tempos, quando apenas se quer explicar a história de uma prisão de ventre… Embora a medicina seja uma ciência incerta, que graças aos esforços de seus discípulos vai adquirindo pouco a pouco, um certo grau de certeza, não te será permitido duvidar , sob pena de perderes a confiança que em ti depositam.

    Quanto mais egoístas são os homens mais solicitude exigem. Não penses que esta profissão tão dura te tornará um homem rico. Asseguro-te: é um sacerdócio, e não seria decente que tivesses os ganhos de um comerciante de azeite ou de um político.

    Compadeço-me de ti se te atrai o belo: verás o mais feio e repugnante que existe na espécie humana. Todos os teus sentidos serão maltratados.
    A tua vida transcorrerá à sombra da morte, entre a dor dos corpos e das almas, assistindo algumas vezes ao luto de quem está destroçado por haver perdido o pai, e outras vezes, a hipocrisia daquele que, à cabeceira do agonizante, faz cálculos sobre a sua herança.

    Pensa bem enquanto há tempo. Mas se, indiferente à fortuna, aos prazeres, à ingratidão e, sabendo que te verás, muitas vezes, só entre feras humanas, ainda tens a alma estóica o bastante para encontrar satisfação no dever cumprido… Se anseias conhecer o Homem e penetrar toda tragédia de sua existência, faz-te médico, meu filho.”

    Adaptado de “os conselhos de Esculápio”

  12. raposa disse:

    íncrivel quanta santa ignorãncia, quem ganha salário mínimo é quem não pÔde ou não quis estudar infelizmente é assim, quem estuda, rala tem mesmo é que ganhar bem o nome já diz salário mínimo é o menor. quem serve mais á Nação KaKÁ ( semianalfa) ou um médico por mais incompetente que ele seja?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *