Leitor do Blog acha que o GATE pega pesado

por Carlos Britto // 09 de janeiro de 2009 às 22:10

O blog é um instrumento do cidadão. E se solicitam espaço, aqui está. Mas já com o espaço aberto para a resposta do Comando da PM.

Olá Carlos Britto.

Recorro a este Instrumento de defesa do cidadão, solicitando de Vossa Senhoria que escrevesse algo quanto a truculência que a Policia Militar/GATE, tem agido para com os motoqueiros na cidade de Petrolina. O cidadão de bem é tratado como bandido. É injusto que tenhamos que passar por tal situação, sou sabedor e todos são, de que há muitos crimes praticados por motoqueiros, mas sabemos também que não é pelo transporte que se vê a indole de qualquer ser, repúdio tal atitude, e para tanto, na condição de leitor de seu blog, é que peço que faça urgentemente este comentário, para que assim as autoridades competentes possam tomar providencias.

Saudações,

Paulo Vieira

Leitor do Blog acha que o GATE pega pesado

  1. Pedro Lupion disse:

    Se não aborda é porque não querem trabalhar.

    Se abordam é porqe são truculentos.

    É para abordar mesmo. Não só motos, como carros também.

  2. joedan disse:

    Algumas pessoas querem segurança, mas não querem ser incomodadas com as abordagens, dá pra entender?
    Se todos pensassem assim, essa cidade seria um caos, tem que abordar sim!!!

  3. Zé Mané disse:

    GATE pega pesado? Pesadíssimo. Faz parte da filosofia desses pitbulls fardados.

    Sempre foi assim, em toda cidade, principalmnte nas pequenas onde esses truculentos acham que estão acima da Lei. E estão. Ninguém denuncia, a imprensa se cala, tem medo, é conivente, se borra.
    Pouca gente tem coragem de falr, como o Sr Paulo Vieira.
    A Polícia pernambucana tortura até na frente das câmeras e envergonha o Estado…
    Eu sei, não sao todos os soldados, mas tem comandante que adooora pegar pesado… com os probres, é claro.

    Ms o que dá pena mesmo é ver puxa-sacos da que defendem a truculencia da PM sem conhecer a realidade do estado, ou porque nunca passaram por uma abordagem humilhante.

    Pedro Lupion, espero que vc não tenha cara de pobre ou ande com atitute suspeita, ou não ande nas favelas, porque um dia vc poderá ser abordado pelo herois do GATE, e aí tu vai sentir o bafo dos home…

    Bando de psicopatas fadados, devim conhecer os direitos humanos.

  4. mary disse:

    concordo plenamente com as palavras do ze mane tambem acho que a
    policia deveria ser mais treinada e conhecer um pouco dos direitos humanos. nunca fui abordada por eles mas me sensibilizo com os cidadaos de bem que sofrem a discriminaçao e a truculencia dos policiais, vale salientar que isto só acontece com pessoas de aparencia pobre que sejam negra entre outros requisitos.

  5. Marcos disse:

    “Bando de psicopatas fadados”
    Bom dia (tarde ou noite) cidadão, por gentileza, incline o corpo pra frente, cuidade pra não se machucar e coloque as mãos na parede…, ah! ninguém quer saber em que situação os policias trabalham… pressão psicológica, condições de trabalho, baixos salarios…, enquanto o governo pagar esses salarios à corporação, só atraíra gente que não quer se preparar melhor para atender à população.

  6. David nomero De Macedo disse:

    É COMPLICADO, A POLICIA NÃO PODE SER MÃE, MAS TAMBEM NÃO PODE SER HITHER, O QUE EXISTE É O DESPREPARO DE ALGUNS COMANDATE DE RADIO PATLULHA QUE DEIXAM LEVAR PELO PODER QUE A FARDA LHE PROPOCIONAM, ESQUECENDO QUE A LEI SERVE PARA ELES PROPRIOS E ABUSAM DE SUA ALTORIDADE QUE DEVER SER CUMPRIDA COM OS REQUESITOS DA LEI, DA QUAL O CIDADÃO DEVE OBEDECER E MUITO NÃO QUEREM POR ACHAR QUE SÓ EM PARAR O SEU CARRO OU REVISTAR TÁ MECHENDO COM SUA PRIVASIDADE. O POLICIAL É A REPRESENTAÇÃO DO ESTADO E DA JUSTIÇÃ ATÉ SUA CHEGADA, NADA MAIS QUE ISSO. E O POVO DEVER SER O CUMPRIDOR DOS SEU DEVERES PARA QUE SEU DIREITOS SEJAM COMPRIDOS PELO ESTADO SEM QUE SEJA COMETIDO NEM UM ABUSO.NÃO ABUZEM PARA QUE A POLICIA NÃO FAÇA O MESMO(PAGUE OS SEUS IMPOSTO,NÃO ANDEM BEBADO, DROGADO E RESPEITE O PROXIMO) ASSIM O POLICIAL NÃO PODERA COMETER TRUCULÊNCIA, SE COMETER,MINISTERIO PUBLICO NELE.

  7. Paulo Vieira disse:

    Prezado Carlos Britto,

    Parabéns pela matéria, gostaria mais uma vez de destacar que esta situação acontece não porque o abordado é negro, pobre ou coisa do tipo, na verdade eles fazem isso com todo mundo. Eu havia saido de casa para comprar remédio para meu filho, ao voltar eles estavam em uma esquina abordando algumas pessoas, me pediram pra parar, deram boa noite, um deles apontava uma pistola 380 em direção ao meu peito, enquanto isso um pediu para que eu colocasse a mão sobre o capacete, ainda em cima da moto ele puxou meus braços para trás, foi quando eu tentei argumentar de que estava me machucando, e desta o policial me respondeu: “PROBLEMA SEU, NÃO TENHO NADA HAVER COM VOCÊ”, isto é o que calsa a revolta no cidadão, não se conquista respeito com força, conquista-se com sutileza, deixo aqui bem claro que passei a não respeitar a policia e sim a ter medo, e este é um sentimento que nenhum cidadão deve carregar em referencia a policia, pois pagamos pra ver uma sociedade justa, organizada, e sermos bem tratados, não faço a menor questão se for abordado duas, três ou quatro vezes ao dia, na certa estarão contribuindo com a segurança do povo. Mais uma vez peço respeito a POLICIA MILITAR DE PERNAMBUCO, que prepare melhor seus policiais.

    A Justiça é amiga do cidadão….

  8. Bento Gonçalves disse:

    Mas que o “tratamento” é diferenciado quando se trata de pobre ou rico, isso ninguém há de negar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.