Juiz de Petrolina explica o que acontece se o eleitor votar duas vezes no mesmo candidato ao Senado

1
Paulo Tarso Duarte, juiz eleitoral de Petrolina. (Foto: Blog do Carlos Britto)

Nas eleições deste ano, além de votar para presidente, os eleitores têm que escolher um deputado federal, outro estadual, um governador e dois senadores. Apesar de gerar confusão e dúvida entre a população, é preciso atenção na hora de confirmar o voto.

De acordo com juiz eleitoral Paulo Tarso Duarte, da 144ª Zona Eleitoral, em Petrolina, caso o eleitor digite duas vezes o número do mesmo candidato do Senado, o segundo voto será anulado. “Este ano, vamos votar duas vezes para senador, porque estamos no período de dois terços. Você não pode votar duas vezes no mesmo candidato“, explicou Paulo Tarso.

A votação para dois senadores acontece, conforme o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), porque o mandato para este cargo é de oito anos, contudo, as eleições são realizadas a cada quatro e existem votações em que a renovação é de um ou dois terços da vaga. O primeiro turno das eleições deste acontecerá no próximo domingo (7). O segundo turno está agendado para o dia 28 de outubro.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome