Juazeiro é uma das cidades que terá prioridade no combate a hepatite B

por Carlos Britto // 19 de maio de 2009 às 20:01

O Ministério da Saúde inicia na semana de 18 a 24 de maio uma mobilização em 11 estados do Brasil nos quais a cobertura vacinal contra hepatite B está abaixo de 50%. Na Bahia as localidades de Salvador, Feira de Santana, Juazeiro, Ilhéus, Vitória da Conquista, Porto Seguro, Camaçari, Brumado e Senhor do Bonfim serão priorizadas.

A notificação de casos de hepatite B subiu cerca de 90% em uma década. Em 1997, foram registrados 6.098 casos. Em 2007, 11.560. Ao todo, de 1999 a 2008, foram notificados 107.346 casos das hepatites (A, B, C e D) no Brasil. Será vacinada a população na faixa etária entre 10 a 19 anos. Isso se justifica, pois, somente em 1998, a vacina contra a hepatite B foi incluída no calendário nacional de vacinação infantil. Muitas das crianças e adolescentes nascidas antes de 1997 não foram imunizadas.

A hepatite é uma inflamação do fígado que pode ser causada por vírus ou por alguma reação do organismo a substâncias tóxicas como álcool ou medicamentos. As hepatites que podem passar de uma pessoa para outra são chamadas de hepatites virais e as mais comuns são causadas pelos vírus A, B, C ou D. Por ser silenciosa e na maioria das vezes não apresentar sinais nem sintomas, a hepatite não chama a atenção das pessoas. Entretanto, há formas mais graves da doença que podem levar à cirrose ou ao câncer de fígado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *