Juazeiro poderá ter núcleo para atender pessoas com transtornos que podem levar ao suicídio

1
Audiência da Câmara de Juazeiro discute prevenção ao suicídio. (Foto: Divulgação)

A cidade de Juazeiro (BA) poderá ter um núcleo para atender pessoas com transtornos que podem levar ao suicídio. Pelo menos é o que querem os vereadores da Casa Aprígio Duarte Filho. A ideia surgiu durante audiência pública realizada na noite de ontem (28) para tratar do tema. Além de vereadores, o evento – proposto pelo vereador Aníbal Araújo (PTC) – contou com a presença de pastores, psicólogos, psicanalistas e da comunidade.

Aníbal defendeu que o diálogo sobre pode ajudar a diminuir os números de vidas perdidas. “As pessoas às vezes têm medo do tema, mas temos que debater e discutir para que vidas não sejam ceifadas. A razão dessa audiência é que nós, vereadores, nos preocupamos com este grande índice de mortalidade e algo deve ser feito, e assim nós fizemos”, destacou.

Fomos provocados pelos pastores e pela sociedade civil. Vamos fazer um relatório e encaminhá-lo para o prefeito Paulo Bomfim, para a Secretaria de Saúde e a Câmara de Vereadores, para que se forme um núcleo que atenda pessoas vulneráveis que estão passando por alguns transtornos que podem levar ao suicídio, e é isso que não queremos”, concluiu Aníbal. Os outros palestrantes destacaram em seus respectivos discursos a importância do diálogo, da família, das entidades religiosas e das ações do poder público para que realmente haja uma mobilização em prol da valorização da vida.

1 COMENTÁRIO

  1. Boa iniciativa, porém deveriam investir no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS II) do município de Juazeiro, serviço de saúde para atender pessoas com transtornos mentais graves que podem levar ao suicídio.
    Os vereadores poderiam solicitar da gestão municipal maior oferta de recursos humanos (psicólogos, terapeutas) para atender a demanda crescente de pessoas em sofrimento psíquico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome