Ipec: Marília cai, mas se mantém na liderança; 4 candidatos aparecem empatados em 2º

por Carlos Britto // 22 de setembro de 2022 às 06:58

Foto: TV Globo/reprodução

Pesquisa Ipec divulgada nesta quarta-feira (21), encomendada pela Globo, mostra que Marília Arraes (Solidariedade) se manteve na liderança da disputa, com 33% das intenções de voto para o Governo de Pernambuco. A candidata registrou cinco pontos percentuais a menos do que no levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 6 de setembro.

Em seguida, vêm Danilo Cabral (PSB), Raquel Lyra (PSDB), Miguel Coelho (União Brasil) e Anderson Ferreira (PL), todos com 11%. Os quatro candidatos estão empatados numericamente.

No comparativo com a pesquisa divulgada em 6 de setembro, Danilo e Miguel subiram 3%, Raquel caiu dois pontos percentuais, e Anderson perdeu 1%. As movimentações aconteceram dentro da margem de erro, o que indica um cenário estável na disputa pela segunda colocação.

Intenção de voto estimulada

Marília Arraes (Solidariedade): 33% (38% na pesquisa anterior, em 6 de setembro)

Danilo Cabral (PSB): 11% (8% na pesquisa anterior)

Raquel Lyra (PSDB): 11% (13% na pesquisa anterior)

Miguel Coelho (União Brasil): 11% (8% na pesquisa anterior)

Anderson Ferreira (PL): 11% (12% na pesquisa anterior)

Pastor Wellington (PTB): 1% (2% na pesquisa anterior)

João Arnaldo (PSOL): 1% (1% na pesquisa anterior)

Claudia Ribeiro (PSTU): 1% (1% na pesquisa anterior)

Jones Manoel (PCB): 1% (0% na pesquisa anterior)

Jadilson Bombeiro (PMB): 0% (1% na pesquisa anterior)

Ubiracy Olímpio (PCO): 0% (0% na pesquisa anterior)

Brancos e nulos: 12% (8% na pesquisa anterior)

Não souberam: 7% (8% na pesquisa anterior)

Rejeição

Os entrevistados pela pesquisa também disseram em que não votariam de jeito nenhum:

Resposta estimulada e múltipla

Danilo Cabral (PSB): 23% (25% na pesquisa anterior, em 6 de setembro)

Anderson Ferreira (PL): 23% (19% na pesquisa anterior)

Pastor Wellington (PTB): 20% (18% na pesquisa anterior)

Marília Arraes (Solidariedade): 19% (16% na pesquisa anterior)

Miguel Coelho (União Brasil): 17% (14% na pesquisa anterior)

João Arnaldo (PSOL): 16% (14% na pesquisa anterior)

Jones Manoel (PCB): 14% (14% na pesquisa anterior)

Ubiracy Olímpio (PCO): 13% (14% na pesquisa anterior)

Claudia Ribeiro (PSTU): 13% (12% na pesquisa anterior)

Jadilson Bombeiro (PMB): 13% (11% na pesquisa anterior)

Raquel Lyra (PSDB): 11% (11% na pesquisa anterior)

Poderia votar em todos (resposta espontânea): 3% (5% na pesquisa anterior)

Não sabe: 19% (20% na pesquisa anterior)

A pesquisa ouviu 1.504 pessoas entre os dias 18 e 20 de setembro em 57 municípios pernambucanos. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o código BR-00352/2022. (Fonte: G1-PE)

Ipec: Marília cai, mas se mantém na liderança; 4 candidatos aparecem empatados em 2º

  1. A verdade disse:

    Se o povo de PE achassem no google os vídeos sobre as melhores cidades para se viver ou morar em PE………..

  2. Defensor da liberdade disse:

    Para se viver bem em Petrolina tem que ganhar no mínimo 10 mil reais. Uma cidade longe de ter porte de capital e tem custo de vida igual. Logo estas pesquisas sem baseiam em falsas premissas. Daqui uns dias os pobres vão embora de Petrolina e vão ficar só os playboys.

  3. Joelson De Souza Ribeiro do nascimento disse:

    De fato de que Marilia para segundo turno.
    Ja a questão quem, sera seu adversário tá muito aberto acredito numa possibilidade, de politização ou familiar se enfrentando bem isso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.