Integrantes da CPI na Alepe que investiga faculdades irregularidades no estado pedem apoio da PF

1

lucas e novaes na PF

Os deputados Rodrigo Novaes (PSD) e Lucas Ramos (PSB), ambos integrantes da CPI que está investigando as faculdades irregulares em Pernambuco, foram ontem (28) à sede da Polícia Federal (PF), onde visitaram o delegado executivo regional, Alexandre Lucena.

Na ocasião, o presidente da CPI, Novaes levou em mãos o convite ao delegado para que a PF possa também participar das reuniões da comissão.

Os deputados ressaltaram a importância do trabalho da equipe na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), em prol a mais de 15 mil alunos que estão sendo prejudicados e enganados por instituições não regulamentadas ao MEC, e disse ser de extrema importância a representação da PF. “A presença da Polícia Federal será muito importante para que os ilícitos sejam, ao longo das investigações, devidamente tipificados e apurados da maneira mais correta, responsabilizando os culpados”, afirmou Novaes.

O delegado Alexandre Lucena respaldou o trabalho do grupo e confirmou presença na próxima reunião da comissão, que acontecerá quarta-feira, (4/11). “Nosso interesse é de ajudar. As denúncias que os deputados nos trouxeram aqui foram graves. Vamos dar o nosso apoio nessas investigações”, finalizou o delegado. (foto: Assessoria parlamentar/divulgação)

1 COMENTÁRIO

  1. Me desculpem, mas acho que não há necessidade de CPI para investigar se é irregular ou não determinada universidade, é só pegar o nome Nome da instituição, se ta inscrita no MF e regulamentada no MEC, caso contrário, estanando a população. Não é simples assim?

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome