Incêndio destrói mais de mil hectares do Parque Nacional Boqueirão da Onça, em Sento-Sé

1
Incêndio atinge incêndio Parque Nacional Boqueirão da Onça, em Sento-Sé. (Foto: Reprodução TV São Francisco)

Há quase uma semana, um incêndio está destruindo a vegetação de parte de uma área de preservação ambiental no município de Sento-Sé, na região norte da Bahia: o Parque Nacional Boqueirão da Onça.

O incêndio já atingiu mais de mil hectares da área, localizada no semiárido baiano. Há cinco dias, o Ibama e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) tentam conter as chamas. O trabalho é realizado por 26 brigadistas, mas a área é de difícil acesso.

É um local onde tem serras, topos de morros, vales. Então, é muito difícil de acessar. Qualquer coisa fica a mais de 20 km. E a gente está em comunicação com outros órgãos para que a gente consiga um apoio aéreo”, disse Camile Lugarini, representante do ICMBio.

Parque

O Parque Nacional Boqueirão da Onça foi criado em abril deste ano. Lá existe uma área nativa da vegetação caatinga, que é preservada. A unidade de conservação de proteção integral tem 349 mil hectares, e abrange os municípios de Sento-Sé, Campo Formoso, Sobradinho, Juazeiro e Umburanas.

Foram 16 anos de espera para a criação do parque. O lugar abriga uma rica biodiversidade animal e vegetal. O instituto ainda não sabe a proporção dos danos ambientais, mas é grande o prejuízo, principalmente com a queima da vegetação nativa. (Fonte: G1-BA)

1 COMENTÁRIO

  1. Enviei uma matéria para esse blog que nunca foi informado ao Petrolinenses

    Olá meu amigo, tudo bom por aí.

    Felizmente ou infelizmente venho trazer notícias para divulgação no seu portal. Se possível for.

    Fazemos parte do G-PAADI – Grupo de Proteção Animal e Ambiental do Distrito Industrial
    Somos poucos, mas somos nós quem conseguimos manter viva a fauna e a vegetação nativa do Distrito Industrial, já que o local encontra-se, em sua maior parte, abandonado, pois as empresas e fábricas que deveriam estar instaladas aqui devido ao apoio que o governo de PE vos daria, não aconteceu e a maioria delas foi pros interiores da Bahia, pois o governo baiano ofereceu vantagens mais substanciais para que elas fossem implantadas por lá. Com isso, o DIPE – Distrito industrial de Petrolina-PE foi construído com um intuito, mas vive no abando, quase que completo, servindo mais de depósito de lixo e de entulho das obras, já que a cidade está crescendo para o lado oeste(Cohab, Rio corrente, entre outros)

    Diariamente, de domingo a domingo por volta das 7h da manhã e 18hs, nós do G_PAADI fazemos a limpeza das áreas onde são usadas como lixão e depósito de entulhos de obras de diversas empresas da cidade e dos carroceiros que recolhem entulhos residenciais das casas em construção nos bairros adjacentes.

    Então no dia a dia fazemos a replante de mudas de árvores e trazemos água e alimentos para alguns animais como preás, aves, inúmeros cachorros, já q a não temos uma política de castração dos animais de rua aqui na cidade de Petrolina, então eles se debandam pro meio do mato pra procriar. Aliás, temos sim, muito marketing mostrando as campanhas, mas a realidade atrás das imagens passadas nas televisões é completamente outra. Só quem anda de verdade pelo bairros sabe o q estou dizendo.

    Então, nosso trabalho principal é manter a fauna e a flora vivos e todos sabem do porquê uma cidade precisa de uma área verde

    Para nossa infeliz surpresa, nessa madrugada, entre os dias 29 e 30 de agosto de 2018, tivemos um incêndio criminoso que destruiu e devastou completamente, quase todo o trabalho do G-PAADI.
    Acredito que o crime tenha sido causado para diminuir o volume de lixo que lá se encontra, pois mesmo fazendo a coleta, diariamente são muitas pessoas e empresas que descarregam lixo nessa região, tornando o trabalho de preservação algo praticamente impossível de acontecer.

    Tivemos perdas consideráveis de inúmeras espécies de animais, aves e seus filhotes nos ninhos, árvores inteiras foram queimadas com o alastramento do fogo e uma ninhada com filhotinhos de cachorro que uma fêmea acabou dando cria no meio do mato, queimados e mortos.

    Sabemos que A Lei n. 9.605 /98, que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, em seu artigo 41 tipifica como crime contra a flora, a conduta de provocar incêndio em mata ou floresta.

    Então o questionamento é: quem deve ser responsabilizado por tamanha crueldade com a natureza? A prefeitura, que por inúmeras vezes, eu mesmo solicitei a ouvidoria uma ação para limpeza das áreas tomadas por lixo e entulho. Ou a pessoa que foi lá queimar o lixo pois o acumulo estava muito? A Adipper que diz a prefeitura q é a responsável pelo DIPE?
    Quem vai responder por esse crime ambiental que teve uma perda incalculável? Vidas perdidas pq as pessoas não tem educação de jogar lixo no lixo, entulho no local apropriado. É mais fácil pagar alguém pra descarregar tudo no DIPE….quem vai responder por esses crimes?

    E pra reforçar de acordo com o Artigo 250 do Código Penal, queimar qualquer coisa em ambiente aberto é considerado crime, além de causar problemas à saúde e uma poluição absurda. O Código Penal nomeia crimes como as queimadas de “crimes contra a incolumidade pública”. Segundo o Art. 250: É crime causar incêndio, expondo a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem.

    O G-PAADI – Grupo de Proteção Animal e Ambiental do Distrito Industrial continuará suas ações em defesa da natureza, continuará cuidando e preservando a fauna e a flora local, persistirá na vida e no seu desenvolvimento, o grupo, acredita que conseguiremos manter a vida com muito verde, muitos pássaros e muitos animais em seu respectivo habitat.

    E é como diz nosso Lema: “Venha descobrir os mistérios da natureza”
    Segue fotos do antes e depois

    Onde encontrar o G-PAADI
    Grupo do face: https://www.facebook.com/groups/2181953948715679/

    Por favor, me informe se puder postar, para q eu possa encaminhar o link da matéria em outras redes sociais. Muuuuuuuuuuuuuito obrigado

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome