Hospital Universitário: Cena que se repete

10

HU atendimentos

A rotina no Hospital Universitário (HU) de Petrolina vai de mal a pior. Ontem (14), por exemplo, o Blog registrou o sofrimento de pacientes à espera de atendimento na unidade médica.

Pessoas pelo chão, aguardando ansiosamente serem chamadas, são o duro retrato da saúde pública na cidade. Até quando?

HU atendimentos

(fotos: Marco Aurélio/para o Blog)

10 COMENTÁRIOS

  1. O Problema do Hospital Universitário (HU) todos sabem, inclusive a mídia e a imprensa, porém ninguém tem coragem de divulga-lo. A alta taxa de pacientes oriundo dos acidentes com motoqueiros, que na sua maioria são imprudentes e alguns até mesmo irresponsáveis na forma de conduzir suas motocicletas. Quem dos leitores não já presenciou um motoqueiro circulando pela contra mão, avançando os semáforos, ultrapassando pela direita ou andando pelas calçadas? as autoridades têm de agir com mais rigor contra esses irresponsáveis e a imprensa deixar de ser conivente, que reafirmo, não são todos.

  2. Entendo que a maior parte dos acidentados sejam motoqueiros, mas isso não isenta o hospital de prestar um atendimento de qualidade. Pagamos altos impostos, as motos ainda pagam um seguro obrigatório maior que o dos carros e, pra piorar, o governo quer a volta da CPMF para destinar mais verbas à saúde. Políticos que nunca usam esses serviços vão discursar indignados, mas não farão nada de ações concretas. Trabalhamos 151 dias por ano só para pagar impostos. Eu só quero saber onde está o dinheiro dos nossos impostos.
    As vezes acho que a melhor saída seja privatizar toda esta porcaria de saúde pública de uma vez, desonerando o povo de pagar bilhões em impostos que não dão retorno. Prefiro dar lucro para empresários que investiram para ter esse lucro do que pagar para políticos e funcionários públicos corruptos que não fazem nada a a não ser meter a mão na nossa grana e prestar serviços de péssima qualidade.

  3. Concordo com Danilo Mororó. Quer melhorar as condições do Traumas? invista em fiscalização pesada contra motos. São os motoqueiros que estão sugando grande parte do orçamento dos hospitais especializados em traumas. Urge ao Congresso elaborar uma lei dificultando a carteira de motorista para motos. Aumento de idade. Vida pregressa etc… Tem muito irresponsável motorizado em duas rodas.

  4. Acho que deveriam criar uma unidade provisória de atendimento chamada UPA/motocicleta em Petrolina, depois disso a gente confirma se a culpa é das motos ou se é da incompetência dos gestores da Univasf.

  5. Realmente a imprudência dessas pessoss que estão em cima de uma é estarrecedor, mas, além do atendimento dessas pessoas o hospital recebe pacientes de todas as cidades da região do médio são Francisco como por exemplo de Senhor do Bonfim, Jaguarari, Santa Maria da Boa Vista entre várias outras, a pergunta é, esses municípios repassam verba para o hospital? O hospital está preparado para receber esse quantitativo de paciente? Pelo o que vimos nas fotos com certeza não, além da verba do governo federal que foi drasticamente reduzida.

  6. Está assim devido a imprudência de muitos, assim como, da grande quantidade de municípios sem qualquer estrutura básica para atender aos seus pacientes e que simplesmente encaminha-os para cá. O HU não suporta a demanda dos mais de 50 municípios de cobertura! Não se pode cobrar agilidade e nem nada do tipo, se deve criar novos hospitais, equipar os já existentes, cobrar de cada município suas responsabilidades e principalmente cobrar e fiscalizar dos motociclistas maior prudência no trânsito!!! #simples

  7. O corredor está assim por causa da falta de anestesistas que aceitem trabalhar pelos salários oferecidos pelo Hospital. Mas concordo com a leitura dos comentaristas acima. Se o Governo quiser injetar recursos no Sus, não precisa de CPMF. Basta proibir as motos. Simples assim. Em um mês, os corredores de hospitais de trauma ficarão limpinhos.

  8. Fico chateado quando vejo essas cenas. Enquanto isso em Petrolina as cadeiras na camara de vereadores passará de 19 para 23 vereadores. Deveria diminuir a quantidade de vereadores e os seus salarios, como tambem o numero de secretarios. Sabe quando iremos mudar essas situações: quando o povo colocar esse bando de parasitas pra rua.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome