Homem vai a delegacia prestar depoimento e é preso por assassinato

por Carlos Britto // 27 de junho de 2009 às 16:19

Começou como a formalização de um inquérito sobre violência doméstica e terminou ajudando a Polícia Civil a identificar, localizar e prender um homicida que estava foragido há mais de 12 anos. O auxiliar de serviços gerais Severino Lourenço da Silva foi denunciado pela dona-de-casa Isabel Silva de Lima, sua companheira, por espancá-la e ameaçá-la de morte no dia 18 deste mês.

Ontem (26), quando compareceu à Delegacia da Mulher de Surubim, no Agreste de Pernambuco, para prestar depoimento, descobriu-se que a Justiça havia decretado a sua prisão, em agosto de 98, por ele ter assassinado, a golpes de faca-peixeira, a sua prima e companheira Antônia Elidia da Silva, 38. O crime ocorreu no dia 3 de dezembro de 1997, no Sítio Posto do Pau, em Chã de Arroz, na Zona Rural de Limoeiro, também no Agreste.

De acordo com a polícia, Severino Lourenço da Silva se apresentou na delegacia como José Lourenço da Silva, e não apresentou nenhum documento. A mulher dele denunciou que esse nome era falso, o que durante busca em sua casa, quando se descobriu seu nome através de um título de eleitor. Em seguida, Severino Lourenço da Silva foi preso.

Homem vai a delegacia prestar depoimento e é preso por assassinato

  1. Walter Madeira disse:

    Coitado do Severino. Maltratou tanto o José que acabou sendo entregue por ele mesmo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *