Greve: Operários da Transnordestina podem paralisar as obras na próxima semana

por Carlos Britto // 06 de julho de 2012 às 22:01

As obras da Ferrovia Transnordestina podem ficar paralisadas a partir da próxima segunda-feira (09),quando o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral no Estado de Pernambuco (Sintepav-PE) vai acionar a Transnordestina S.A por falta de pagamento de participação nos lucros e prêmio de incentivo à produtividade (PIP).

São 5 mil os operários na obra de construção da ferrovia. Ainda na segunda-feira, o Sintepav vai publicar o edital de greve, e a paralisação será uma questão de tempo até que todo o quadro seja informado. De acordo com o sindicato, cerca de 2.500 já foram demitidos sem receber a verba apurada proporcionalmente aos meses trabalhados. Os que permanecem trabalhando já deveria ter recebido após o dia 30 de junho.

O Sintepav-PE disse que tentou um acordo em reunião com a empresa na última quinta-feira (05), mas não obteve êxito. (fonte: Folha PE)

Greve: Operários da Transnordestina podem paralisar as obras na próxima semana

  1. Dreda disse:

    Participação no lucro? Como uma empresa que opera uma malha viária que ainda está em construção, e pelo jeito vai ficar assim para sempre, pode ter lucro? Incentivo a produtividade também me parece despropositado, quando falamos de uma obra que já deveria ter acabado há tempos. Não custa comparar, o Japão foi destruído em 1 dia pelo terremoto / tsunami, e algumas semanas depois já estava quase tudo reconstruído. Nossa ineficiência para obras públicas é algo sem paralelo no mundo.

  2. Osvaldo disse:

    Verdade que lucro pode ter empresa sem vender nada? Isto é sinal que com a Copa e outros grandes eventos sindicatos vão axigir tudo

  3. nina disse:

    Simplesmente é um comércio lucrativo para quem participa ora… Não é à toa q há essa chuva de dinheiro!!! Aos órgãos competentes a palavra…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *