Gonzaga Patriota colhe assinaturas para adiar implantação do novo Enem pela Univasf

por Carlos Britto // 20 de maio de 2009 às 20:26

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) comprou a briga dos estudantes do ensino médio de Petrolina em relação ao novo Enem. O socialista está colhendo assinaturas na Câmara de Deputados no intuito de propor ao reitor da Univasf, José Weber Macedo, o adiamento do novo modelo como critério seletivo de ingresso na universidade.

A Univasf quer adotar o novo Enem em outubro deste ano. Os estudantes, por sua vez, querem um debate com a Reitoria para aprofundarem melhor o assunto. Gonzaga já conseguiu mais de 60 assinaturas de seus colegas parlamentares, entre eles Fernando Filho (PSB-PE) e amanhã (21) deve tentar uma audiência com José Weber.            

Gonzaga Patriota colhe assinaturas para adiar implantação do novo Enem pela Univasf

  1. Opara disse:

    Não gosto do político Gonzaga Patriota, mas nesse caso tenho que dá os parabéns… é bem verdade que os salgueirenses também estão sendo beneficiado pela atitude dele.

  2. Sofa disse:

    Parabéns Gonzaga, espero que tal atitude resova algo que seja bom para os estudantes do vale, e que leve o Senhor reitor à uma reflexão, que nosso ensino público deixa muito a desejar, diferente da terra natal do Seu Weber.

  3. Sofia disse:

    Tiro o chapéu para universilização dovestibular, nada mais que justo, e fico indignada por baixo nível de ensino da região, oportunidades como estas, de modificar a vida de pessoas de baixa renda, proporcionando a esperança de uma profissão melhor,não estava presente nem nos meus melhores sonhos… Mas do que adianta se nossos jovens infelizmente na grande maioria não se encontram em pé de igualdade de competir com estudantes do sul… Culpa de quem? Do senho Weber é que não é!

  4. Vera Medeiros disse:

    É hora de toda a sociedade do Vale juntar-se nessa luta. Por que abriremos nossas fronteiras à concorrência do país inteiro, enquanto a maioria das universidades não se colocaram assim aos nossos alunos?! Deixem que os nossos alunos concorram entre si nesse primeiro momento. Quando o novo processo for realidade no resto do país, poderemos fazer a adesão irrestrita.
    Não ao reitor ditador e subserviente da Univasf!

  5. Pajé disse:

    Podem ficar tranquilos, que quando o Sr. Reitor Weber parar para pensar que com essa medida despostica pode perder muito dinheiro, sobretudo de emendas parlamentares individuais e de bancadas ele voltará atrás……aliás nesse momento só se vê dinheiro…..foi assim no Reuni, agora com esta adesão ao ENEM……..autonomia universitária é falácia, o que conta é grana em caixa e fazer média com ministro e deputados…….e a qualidade do ensino ninguém discute, tais a ver o curso de Medicina que nem hospital e nem internato tem ainda!!! Discute-se muito como entrar, mas como estes proifissionais sairão quase não se cogita…….

  6. ATENTO disse:

    Entendo que o correto seria o MEC ter dado um prazo para que a questão fosse discutida com toda a sociedade, dirimir todas as dúvidas e não incrementar a discórdia. Deveria dizer, por exemplo: a partir de 2011 o novo enem será instalado e valerá para ingresso nas unioversidades

  7. TERREMOTO disse:

    Carlos Britto e leitores:

    Existe nessa cidae um CARTEL de professores de cursos chamados ISOLADAS. Professores que vivem e sobrevivem dos velhos macetes,bizus e artimanhas de decorebas. Esse pessoal nunca se importou com alunos da rede pública e agora – COM O ENCALHE DE SEUS MATERIAIS , ULTRAPASSADOS DE UMA HORA PARA OUTRA – querem posar de engajados em movimentos sociais de luta pela melhoria da educação.
    REALMENTE OS ESTUDANTES ESTÃO DEMONSTRANDO A TOTAL AUSÊNCIA DE MASSA CRÍTICA – QUE SERIA MEDIDO PELO ENEM – AO SE DEIXAREM MANIPULAR PELO CARTEL DE ISOLADAS DESSA CIDADE !

  8. Filomena disse:

    Sou um dos lideres do movimento estudantil.
    Apenas faço cursinho, não sou professora de cursinho!!!
    Faço isoladas…a instituição em que estudo oferece todos os anos 150 bolças de estudo das mais diversas categorias!
    Mas na verdade me envolvi nessa luta pensando em meu filho, pois quero que ele aprenda desde de ja a lutar pela democracia de seu país. Ensino a meu filho que não devemos dizer amem a tudo o que nos é imposto de forma DITATORIAL !!!
    CHEGA DE ABAIXAR A CABEÇA, PERMITINDO QUE PASSEM POS CIMA DE NOS NORDESTINOS!
    DEVEMOS LUTAR PELO DESENVOLVIMENTO DE NOSSA REGIÃO!

  9. paulo disse:

    É importante dizer que os estudantes não estão discutindo o mérito do ENEM enquanto sistema de avaliacão.Sabe-se que tal sistema valoriza o raciocínio lógico,atrelando o conhecimento científico ao cotidiano,valorizando,dessa maneira,o estudante capaz de pensar e não o estudante decorador de fórmulas.Mas é bom ficar claro que o “aluno decoreba”é produto de sistema de ensino que existe a mais de 60 anos e que acabou abruptamente a menos de um mês.Portanto,a grande crítica feita pelos estudantes está centrada na mudança das regras do vestibular a menos de 4 meses do mesmo.Porque não adotar o ENEM apartir de 2010,não seria mais prudente?

  10. melissa disse:

    Concordo com vc Paulo!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *