Funase e IF Sertão-PE retomam parceria com novidades para socioeducandos de Petrolina

0
Foto: Divulgação/Funase

A parceria entre a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) e o Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) está sendo retomada com novidades. Após mais de seis meses de interrupção das atividades em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), agora, além da participação no curso de Auxiliar Técnico em Agropecuária, adolescentes em internação depois da prática de atos infracionais também poderão ser matriculados em outros cursos da instituição de ensino, como qualquer aluno regular. O objetivo é diversificar as oportunidades de qualificação profissional para esse público, contribuindo para que tenham uma reinserção social efetiva.

O trabalho as instituições existe desde 2013 e já beneficiou mais de 200 adolescentes e jovens do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Petrolina, unidade de internação da Funase no município. Segundo a gestão local, essa iniciativa conjunta possibilitou a formação de socioeducandos que, hoje, atuam no ramo agropecuário em estados como Santa Catarina e Goiás. Outros gostaram tanto do período que passaram no campus, ainda enquanto internos da Funase, que fizeram vestibulares e seguiram estudando no local.

“Temos um rapaz que entrou para fazer música e zootecnia no IF Sertão depois de ter vivido uma experiência aqui com a gente, no curso de Auxiliar em Agropecuária. Essa parceria tem produzido resultados animadores e contribuído para índices de reincidência baixíssimos. Agora, estamos colocando em prática a ideia da forma como foi pensada em 2013: que os adolescentes sejam atendidos como alunos regulares e tenham acesso a outros cursos”, avalia a coordenadora geral do Case Petrolina, Nídia Alencar.

A ideia é que, após a conclusão da turma atual de Auxiliar Técnico em Agropecuária, que tem 200 horas/aula, os dez alunos participantes possam escolher cursos em áreas como panificação, operação de computadores e manejo e criação de aves, caprinos, ovinos e bovinos. A regularidade das aulas também mudou, passando a ocorrer todos os dias, e não apenas três vezes por semana. Os detalhes da nova fase do projeto foram acertados em reunião realizada com o diretor-geral do Campus Petrolina Zona Rural do IF Sertão-PE, Erbs Cintra, o chefe de departamento, Zilson Marques, a gestão e parte da equipe do Case Petrolina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome