Frente Parlamentar da Alepe em Defesa da Chesf não escapará do embate político-partidário em ano pré-eleitoral

por Carlos Britto // 08 de setembro de 2017 às 19:32

Recém-instalada na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), a Frente Parlamentar em Defesa da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) poderá ganhar, inevitavelmente, uma conotação político-partidária.

Presidida pelo deputado Lucas Ramos (PSB), tendo como vice-presidente Odacy Amorim (PT) e o relator Isaltino Nascimento (PSB), a Frente Parlamentar vai de encontro aos discursos do ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, e do pai dele, o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB). Ex-socialista, Fernando retornou ao PMDB, para onde o filho também deve ir em breve.

Num ano pré-eleitoral, fica difícil não associar essa discussão a um embate oportuno, em busca do convencimento junto ao eleitorado pernambucano. Sobretudo em relação a Lucas e Odacy, que no campo municipal, em Petrolina, já são adversários políticos de FBC e seu grupo.

Frente Parlamentar da Alepe em Defesa da Chesf não escapará do embate político-partidário em ano pré-eleitoral

  1. Francisco Junior disse:

    Pasmem… A Eletrobrás, estatal brasileira será vendida a uma estatal chinesa, eles conseguem prosperar e servir aos interesses da nação, no Brasil infelizmente a ingereência dos políticos não permite isso, e com uma justificativa frágil, de um sistema elétrico eficiente e de baixo custo vão vender e embolsar comissões pra lá de gordas. A Eletrobrás precisa sim ser profissionalizada e servir aos interesses da nação e não aos interesses do PMDB. Vejam como hoje está o serviço de telefonia, um dos líderes de reclamações nos Procons, pagamos caro por um serviço ainda de baixa qualidade, e quando as empresas quebram como é o caso da Oi me digam que vai salva-la? O Estado é claro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.