Forró da Espora leva mais de 10 mil pessoas ao Estádio Paulo de Souza Coelho e faz multidão cair no arrasta-pé

4
Foto: Ascom PMP/divulgação

Após mais de um mês de festa, comidas típicas e manifestações culturais genuinamente nordestinas, o ciclo junino de Petrolina teve sua última noite neste sábado (29) com o tradicional Forró da Espora. O evento levou mais de 12 mil pessoas ao Estádio Paulo Coelho, onde o arrasta-pé ditou o ritmo.

Com público predominante da zona rural de Petrolina, centenas de casais se apertaram na estrutura montada ao lado do campo de futebol. O evento foi iniciado por Henrique Nunes, que apresentou um repertório recheado de clássicos da vaquejada. Ainda agitaram o Estádio Paulo Coelho os cantores Sérgio do Forró e César Adriano.

Quem também marcou presença no Forró da Espora foi o prefeito Miguel Coelho. O gestor fez uma breve avaliação dos quase 40 dias de festa e destacou o desfecho junino com o fortalecimento da cultura regional. “Nada melhor que terminar o São João valorizando os nossos vaqueiros e a nossa tradição. O Forró da Espora este ano superou todas as expectativas e demonstra que é possível fazer um evento tão grandioso misturando atrações nacionais, artistas locais e a preservação de nossas raízes”, resumiu.

O ciclo junino do município teve quase 40 dias, começando em maio com o São João dos Bairros. O circuito ainda incluiu os concursos de quadrilhas, ruas ornamentadas e festival de violeiros, além da apoteose nos nove dias de shows no Pátio Ana das Carrancas. Neste domingo (30), a Missa do Vaqueiro conclui a programação na orla fluvial.

4 COMENTÁRIOS

  1. Até que enfim essa coisa medonha desse estádio serviu para alguma coisa. Mas ainda acho que duas torres para escritórios, lojas e um hotel cairiam melhor aí.

  2. Miguel vc fez o melhor Sao Joao de todos os tempos em Petrolina…O Prefeito esta de parabens…..Os do contra vai ficar na inveja e ano que vem venham pra o forro da espora pra da a credencial a Miguel pra a Reeleiçao 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome