Fiscalização da AMMA resulta em multa de mais de R$ 16 milhões a empresa têxtil no Distrito Industrial de Petrolina

4
Foto: Ascom PMP/AMMA divulgação

Uma fiscalização realizada na manhã desta quinta-feira (23) pela Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), que teve o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM), resultou na aplicação de uma multa de mais de  R$ 16 milhões a uma empresa de fabricação têxtil localizada no Distrito Industrial de Petrolina.

A denúncia sobre uma tubulação despejando líquido escuro no canal foi feita ao órgão por meio da Ouvidoria da prefeitura. As equipes, então, se deslocaram para o endereço e, ao chegarem, constaram o crime ambiental.

Segundo a investigação, a empresa estava despejando efluentes de resíduos químicos sem tratamento em um canal que tinha como destino o Rio São Francisco, através de uma tubulação de concreto camuflada com madeira e vegetação – o que dificultava a visualização e identificação da origem.

Foi observada também a falta de licença ambiental no estabelecimento. Após identificar as irregularidades, o local foi interditado e as atividades da empresa suspensas. “Esse material é um dos mais severos contaminantes para os corpos hídricos, pela sua grande carga de produtos químicos dissolvidos. Interromper as atividades irregulares dessa empresa representa um compromisso da prefeitura em preservar o meio ambiente e continuar as ações de revitalização do Rio São Francisco“, explicou o diretor de projetos da AMMA, Victor Flores.

Notificação

As equipes levaram quase três horas verificando o problema. A empresa tem 20 dias, a partir da data da notificação, para regularizar as atividades. A penalidade foi aplicada pela AMMA e se baseou no Artigo 66º do Decreto Federal 6514/2008, que determina multa entre R$ 5 mil e R$ 50 milhões para o crime ambiental. Outras denúncias podem ser feitas através do telefone da ouvidoria no número: 156.Com informações da assessoria da PMP/AMMA.

4 COMENTÁRIOS

  1. Uma empresa desta era para ser fechada na hora e seu dono ser preso para tomar vergonha,só pensa em se dá bem e a sociedade que se fod..a,pois isto estamos lascado nossa sociedade esta muito desonesta,temos que ter leis severas para autoridades corrupta, empresario safados que desobedecem as leis e pobre sem vergonha na cara que vende seu voto por 50 reais depois ficam reclamando da vida.

  2. Não falou o nome da Empresa? isso porque a maior Empresa do ramo têxtil de Petrolina, despeja diretamente no Rio, logo alí depois do Restaurante Bêra D’Água, cerca de 120,0 m, pode até ser essa mesma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome