Fiesp e Força Sindical discutem medidas para evitar demissões

por Carlos Britto // 09 de janeiro de 2009 às 23:59

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, e o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva (Paulinho), reuniram-se hoje (9) para discutir meios de evitar demissões na indústria. Participaram da reunião, na sede da Fiesp, dirigentes de diversos sindicatos ligados à entidade sindical. Entre as propostas apresentadas estão a redução da jornada de trabalho, implementação de banco de horas, férias coletivas, licença remunerada e suspensão de contrato de trabalho. A Fiesp propôs ainda que os funcionários que tiverem sua jornada de trabalho reduzida aproveitem o tempo ocioso para participarem de cursos ministrados pelo Senai, para se aprimorarem, sem custo para eles ou para a empresa. “Os funcionários não precisariam se deslocar, pois esses cursos seriam ministrados na própria empresa. Passada essa fase aquele trabalhador estará aprimorado e em condições até de estar em patamares salariais mais altos, dependendo do que quiser fazer”, disse Skaf.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.