Fernando Bezerra Coelho e Jarbas Vasconcelos acertam “convivência civilizada” dentro do MDB

3
Foto: Ivaldo Reges/divulgação

Emissários já vinham atuando para fazer o meio de campo. Acenos vinham se sucedendo e, nos bastidores, alguns passos, anotados pela coluna, denotavam pacificação. O primeiro encontro dos senadores Jarbas Vasconcelos e Fernando Bezerra Coelho, no entanto, para acertar uma “convivência pacífica” após a extensa briga pelo comando do MDB em Pernambuco só ocorreu esta semana. Os dois foram à mesa, em Brasília, na última quarta-feira (13).

Fernando pedira a audiência ainda no período de Carnaval. Ao sinal de positivo, dirigiu-se ao gabinete de Jarbas Vasconcelos na Casa Alta. Fez visita para propor uma convivência pacífica e civilizada no partido. A conversa foi cordial. Também estavam presentes Fernando Duere, suplente de Jarbas, e o presidente do partido em Pernambuco, deputado federal Raul Henry. Como a coluna publicou com exclusividade no último dia 1º/03, Jarbas e Henry chegaram a ser consultados se fariam objeção a Fernando assumir a liderança do Governo Jair Bolsonaro no Senado.

Na ocasião, foi o senador Marcelo Castro (MDB-PI) que fez às vezes de emissário do líder da bancada do MDB no Senado, Eduardo Braga. Marcelo passou pelo gabinete de Jarbas, no início de fevereiro. Henry também estava por lá. Jarbas e ele registraram não estar ali para vetar ninguém. O sinal verde foi um gesto. Herdeiro de Fernando, Miguel Coelho, em entrevista ao programa Folha Política da Rádio Folha FM 96,7, também acenara para um entendimento entre seu pai e Jarbas. “Essa briga não é boa para ninguém”, defendera Miguel. E foi adiante: “Inclusive, acho até que com Jarbas no Senado pode facilitar o diálogo dos dois para que se busque entendimento e que se divida espaços”.

Resultado: o diálogo avançou, rendeu uma conversa tête-à-tête e, daqui para frente, a regra é uma “convivência civilizada”. Com 2020 no radar, a briga interna vai ficando para trás. (Fonte: Folha Política/Folha de PE)

3 COMENTÁRIOS

  1. FBC agora aprendeu a respeitar o direito dos outros…Jarbas na vdd ganhou a queda de braço… FBC pensou uma coisa é foi outra…pensou que seria dono do partido e Jarbas provou que ali é um partido de um homem que fez história no MDB.

  2. Por notícias deste tipo que não mais votarei em Jarbas, sempre tive orgulho em votar e defender o legado deste político, porém após esta eleição, ao meu ver, ele saiu como nunca maculado deste ultimo pleito, e com isto, parte de seus seguidores já estão baixando a guarda! Não fora este o Jarbas que me deu orgulho em tantos outros episódios polêmicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome