Ex-deputado pernambucano perde direitos políticos por ser acusado de manter trabalhadores em regime escravo

por Carlos Britto // 10 de julho de 2012 às 15:31

O juiz Frederico Augusto Leopoldino Koehler, da 26ª Vara Federal de Palmares (PE), Zona da Mata do estado, suspendeu os direitos políticos por três anos do ex-prefeito de Joaquim Nabuco (PE) e ex-deputado estadual, Marco Barreto, de acordo com a sentença prolatada no último dia 26 de junho.

Marcos era acusado de manter trabalhadores escravos em suas propriedades. O caso foi levado ao Ministério Público do Trabalho em Pernambuco (MPT-PE), em 2008, que comprovou a denúncia.

Em seguida, o ex-deputado foi indiciado pelo Ministério Público Federal (MPF) pelo crime.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *