Evento pró-Haddad arrasta grande público em Petrolina e Juazeiro

21

Se por um lado a Jornada Patriótica Pró- Bolsonaro movimentou muita gente, do outro lado não foi diferente. Representações populares de todo o semiárido também se movimentaram em um grande ato.

Eles denominaram “ato político e cultural para defender a democracia e o povo brasileiro“. Foi uma grande manifestação de apoio ao candidato do Partido dos Trabalhadores a presidente da República, Fernando Haddad.

O encontro começou em Petrolina (PE), na Concha Acústica, e de lá arrastou a multidão até Juazeiro (BA), onde todos se encontraram. É a reta final da campanha, que pega fogo.

21 COMENTÁRIOS

    • E vai dar visibilidade a um extremista que seus eleitores acreditam no amiguinho invisível, na terra plana, e que a urna eletrônica não é segura e que o ser humano veio do barro. Certo o blog em boicotar o Bolzi.

  1. Se reunir. Tentar convencer. Assim é aceitável e o caminho da democracia. Mas querer achar que é o único caminho é miopia. Por isso o povo decidiu mudar. O resto é espernear de perdedor.

  2. Grande ato de apoio que só gerou mais a conversão de votos dos indecisos para Bolsonaro! 1:30 parado na ponte esperando eles passarem, o dia todo no trabalho e quando chega o momento de ir a minha residência sou impedido ! Não iria votar em nenhum , mas agora já sei BOLSONARO 17.

  3. Conheço pessoas que moram em assentamentos e eles dizem que o ônibus chega e um líder do movimento diz: “Daqui tem que ir pelo menos 10.” Assim que funciona! E essas pessoas não votam em Haddad pq perceberam que são usadas p conseguir votos.

  4. Luzalva, o PT foi tão bom que não deu a você a oportunidade de aprender a escrever corretamente. Não investiu na base e abriu as portas das universidades p formar pseudo intelectuais que só abrem a boca p falar merda. Nunca priorizou o mérito! Você me parece mais uma “Maria vai com as outras” que não sabe o que é o socialismo, não sabe sobre o plano de governo do seu candidato e muito menos do adversário, não sabe sobre certos projetos de lei criados por deputados do seu partido (como o 5002/2013 criado por Érica kokay PT e Jean Willys PSOL) e também não sabe a quantidade de processos que seu candidato responde na justiça. Cuidado!!! Vivemos na era da informação!!!

  5. Extremista foi o petista que quebrou o farol do caminhão que estava nun ato pró Bolsonaro em Juazeiro-BA. Foi bem na hora que Magno Malta falava sobre bandidos.. provavelmente ele era um. Mas, pensando bem, quebrar um farol é até pouco pra uma galera que gosta de ver sangue.

Deixe uma resposta para Antonio Marreco Cancelar resposta

Comentar
Seu nome