Evento em Ouricuri discutirá agroecologia, conflitos de terra e impactos da Transnordestina

0

Cerca de 120 pessoas de todos os estados do Semiárido brasileiro se reunirão entre os dias 25 e 27 de fevereiro no município de Ouricuri (PE), durante a Caravana Agroecológica e Cultural do Araripe’. O evento tem o objetivo de relatar algumas experiências de famílias agricultoras da região que retratem as diferentes formas de produção a exemplo dos sistemas agroecológicos, irrigação, bovinocultura e alternativas para a convivência com o semiárido.

Os conflitos por terra e os impactos da Transnordestina e do polo gesseiro também serão conhecidos e debatidos pelos participantes da Caravana. A iniciativa é da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) em parceria com a ONG Caatinga,  Rede Ater Nordeste, Articulação Semiárido Brasileiro (ASA) e o Instituto Nacional do Semiárido (Insa). A programação inclui também a apresentação dos resultados do Estudo de Viabilidade Econômica e Ecológica dos Agroecossistemas do Semiárido, realizado em três agroecossistemas do território do Araripe.

O estudo foi realizado em três etapas (oficina territorial, visitas a campo e elaboração de relatórios), a partir das formas e lógicas de organização social, econômica e cultural da agricultura familiar local. Ao todo são 17 estudos espalhados por todas as regiões do país. Para realização dos estudos, a ANA contou com a parceria da ONG AS-PTA, responsável pela metodologia.

Novos encontros

Esta é a primeira Caravana Agroecológica e Cultural realizada neste ano pela ANA. Além do Araripe pernambucano, estão previstas para o mês de março as caravanas de Rondônia e do litoral norte do Rio Grande do Sul. No ano passado ocorreu o Encontro Estadual de Agroecologia do Mato Grosso e o Encontro Nacional de Agricultura Urbana, realizado na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Nesses encontros também aconteceram atividades de divulgação, apresentação e discussão de estudos de casos. As caravanas e os estudos fazem parte do projeto ‘Promovendo Agroecologia em Rede’, realizado pela ANA, com apoio da Fundação Banco do Brasil e do BNDES.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

10 − 5 =