Estudos sobre a vitivinicultura no Vale do São Francisco serão apresentados durante evento que terá início amanhã em Petrolina

0

Nesta terça (17) e quarta-feira (18), no auditório do Senac de Petrolina, serão conhecidos os resultados de projeto de pesquisa realizado desde 2013, que teve como objetivo conhecer e organizar as informações dos vinhos finos do Vale do São Francisco, produzidos há mais de 30 anos no semiárido. As contribuições do projeto constituirão o processo para a solicitação do reconhecimento da qualificação dos produtos.

O evento, que terá início às 9h, reunirá a equipe de pesquisadores e professores de diversas instituições do Brasil (a lista completa pode ser conferida aqui), que colaboraram para o desenvolvimento de pesquisas e na caracterização dos fatores naturais da região, dos vinhedos e dos vinhos do Vale. Como resultado, em breve, o Vinhovasf solicitará no próximo ano, junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), a Indicação de Procedência (IP) para vinhos e espumantes da região.

Durante o encontro, que é aberto ao público, serão apresentadas informações detalhadas sobre a delimitação do território vitivinícola do Vale, reunindo desde aspectos históricos e naturais (clima, solo, relevo) até estudos enológicos para a melhoria da qualidade, da tipicidade e da estabilidade dos vinhos tropicais – entre muitos outros itens necessários para desvendar a complexa vitivinicultura tropical do Nordeste do Brasil e consolidar esta futura IP.

Iniciado em 2013 com previsão de término em dezembro de 2017, o projeto conta com o esforço conjunto de uma grande equipe multidisciplinar de várias unidades da Embrapa (Uva e Vinho, Semiárido, Agroindústria Tropical e Clima Temperado), da Universidade de Caxias do Sul (UCS), Universidade Federal de Lavras (UFLA), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e o Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), além do Vinhovasf – entidade privada, representante dos produtores vitivinícolas da região, que é a demandante do projeto e encaminhará o pedido de registro da IP.

Números

Atualmente a vitivinicultura no Vale do São Francisco conta com cerca de 400 hectares de vinhedos, que produzem aproximadamente de 4 milhões de litros de vinhos finos e espumantes por ano. Desse total, 70% são espumantes, 29% são vinhos tintos e 1% são de vinhos brancos. Dentro dos espumantes, cerca de 60% são do tipo moscatel, doces e com baixo teor alcoólico. O restante são espumantes finos, brancos e rosados, secos ou meio doces. (foto/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome