Escolas municipais de Petrolina voltam a ser denunciadas por impedir entrada de alunos de sandálias; gestores negam

6

escola paulo freire

Duas escolas da rede municipal de Petrolina estariam proibindo a entrada de alunos que não estiverem utilizando uniformes completos, incluindo tênis.  A denúncia foi feita por pais de estudantes ao programa ‘Manhã do Vale’, da Rádio Jornal Petrolina, nesta terça-feira (23), e não é de agora.

O primeiro incidente, segundo o pai de uma estudante, aconteceu na Escola Municipal Paulo Freire, localizada no bairro São Gonçalo, zona oeste da cidade, onde sua filha teria sido mandada embora por estar usando sandália. O fato, de acordo com o pai da menina, foi registrado ontem (22).

A reportagem da rádio foi até à escola Paulo Freire e conversou com o diretor da unidade, Gilvan Brito, que negou tudo, mas disse que “regras são para serem cumpridas.

A farda, por exemplo, é uma normatização que vem da Secretaria. A gente coloca para os pais, orienta o que tem que ser feito, pois é uma questão de segurança. O aluno que vem descalço, de sandália ou com uma blusa que não seja da farda, ele não volta. Pelo contrário. Nós temos um livro de ocorrências aqui. É uma questão de segurança. Eu desconheço esse fato. Em momento algum eu vou barrar aluno por nada. Eu chamo o pai do aluno aqui para resolvermos”, afirmou.

Gilvan disse que ninguém da escola tem orientação para barrar a entrada de estudantes sem fardamento. “Caso ela tenha voltado, voltou porque essa pessoa (funcionária) não estava orientada. Se houve esse fato com a sua criança, eu preciso apurar, para que isso não venha mais a acontecer com outras crianças. Venha com a criança na escola para gente saber o que aconteceu”, completou.

escola ariano suassunaJá com relação ao colégio Ariano Suassuna, no bairro Rio Corrente, na mesma área, a reportagem ouviu a direção da unidade, que não quis gravar entrevista, mas também disse que a denúncia não é verdadeira. Segundo a direção, criança nenhuma é proibida de entrar na escola, caso não esteja calçando sapatos. A direção classificou a situação como “absurdo”. A escola também disse que realizou reunião com os pais dos estudantes para falar sobre o fardamento.

Resposta

A Rádio Jornal também procurou a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Educação, que também rechaçou a denúncia. A Pasta ressaltou que nenhum gestor de escola é orientado a mandar alunos embora em situações deste tipo, mas disse que a regra é ir de tênis, “para a própria segurança do aluno”.

Vale frisar que, por lei, o município deve garantir o acesso e a permanência dos estudantes à sala de aula, independente da roupa que ele estiver utilizando, desde que não seja considerada atentado ao pudor. (fotos/Marco Aurélio)

6 COMENTÁRIOS

  1. Engraçado. Ninguém denuncia quando eles não tem cadeiras, sentam no chão, não tem quem faça lanche, não tem biblioteca, não tem livros, não tem quem cuide da limpeza, quando não tem professor. Eu pergunto…Entra alguém de shorts no fórum? Pergunto…Por que denunciar um só dia q não entraram, acho q a denúncia deveria ser por que nunca foram a escola, pois acho que eles não tinham sapatos então nunca frequentaram. Hoje em dia os alunos têm celular mas não tem dinheiro para o caderno. Cadê o bolsa escola?

    • Boa a frase: “Mania do brasileiro de estar sempre burlando as regras!” É isso mesmo. Tem dinheiro para comprar celular caro e não tem para o sapato. Disciplina é disciplina. Sou do tempo em que não tinha bolsas, incentivos e no entanto o uso do fardamento completo era obrigatório tanto nas escolas particulares como nas públicas. Hoje é total indisciplina até nas escolas particulares, pois se vê estudante de chinelo, sapatos coloridos, de todo jeito e as escolas tem medo de exigir o fardamento completo.

  2. Pois é. Concordo. Se tem farda é pra ser usada. Gostam mesmo é de andar fora das normas e se tornar cidadãos que não respeitam nada e nem ninguém. Por isso que a coisa tá do jeito que tá. mas o Coronel num já saiu? kkkkkkkkkkkkkkkkk Quem tá dando essas ordens? kkkkkkkkkkkkk Na eleição
    aparece de tudo pra tentar denegrir a imagem do prefeito, mas não conseguem. O trabalho será sempre respeitado e reconhecido. É nós de novo. kkkkkkkkkkk

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome