Enquanto Betão e Maria Elena criticam Câmara por PMs enviados a Petrolina, Cancão defende governador

4

ronaldo cancãoAliados do governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB), os vereadores Maria Elena (PSB) e Adalberto Filho ‘Betão’ (PSL) não pouparam críticas, na sessão plenária de ontem (8), à decisão de Câmara de reduzir a quantidade de policiais militares que virão a Petrolina reforçar o efetivo do 5º BPM.

Na contramão dos dois, o líder oposicionista Ronaldo Cancão – que andava batendo forte no governador – desta vez minimizou a questão. Segundo ele, Câmara vive um momento difícil à frente do estado (bem diferente do que viveu o ex-governador Eduardo Campos), e tem procurado se esforçar. Cancão disse que os 40 PMs garantidos para Petrolina, ao invés dos 50 prometidos, não são suficientes, mas de qualquer forma ajudarão na segurança pública do município.

4 COMENTÁRIOS

  1. Esse Governador só enxerga Petrolina no momento de pedir votos ou pra cortar cargos. Como foi anunciado que em um órgão onde uma psicóloga é vital para o funcionamento e ele vai desligá-la por contenção de custos, dentre outras funções. Nesses momentos ele olha para Petrolina. Cancão só diz amém aos padrinhos dele. Aos interesses deles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome